Saúde de Macedo preocupa Câmara Municipal

Saúde de Macedo preocupa Câmara Municipal

O presidente da câmara de Macedo de Cavaleiro está preocupado com o estado de saúde do concelho.

O encerramento de serviços e os cortes de pessoal na área da saúde passaram a ser uma constante na região e afectam o município de Macedo.

O Hospital ficou sem otorrino e agora está a ser colocada em causa, mais uma vez, a urgência básica local.  

Depois da transferência do serviço de otorrinolaringologia para Mirandela, uma reestruturação na rede de urgência pode ser o próximo motivo de alvoroço em Macedo de Cavaleiros.

O presidente da câmara, Beraldino Pinto, evidência o seu desagrado com as questões da saúde do concelho e sugere a criação de um hospital central que amortize custos e responda às questões dos cidadãos transmontanos.

 “Neste caso comuniquei imediatamente ao ministro da Saúde o nosso desagrado para ser corrigido o rumo que estava a ser tomado. O encerramento foi inoportuno e efetuado por uma administração em gestão. Se o objetivo é procurar a eficiência a todo o custo, então faça-se rapidamente um hospital central moderno, que amortiza rapidamente, em vez de andar com os custos de unidades dispersas. Estamos a acompanhar a situação, ainda não sabemos os ecos das nossas diligências, mas é importante que os macedenses se mantenham unidos em torno da defesa da sua saúde, porque vivemos tempos difíceis e ocorrem coisas impensáveis”. 

O edil considera ainda intolerável que o SUB de Macedo se mantenha com a gestão dos cuidados de saúde primários e não do hospital, como na sua opinião deveria estar.

O Serviço de Urgência Básico de Macedo pertence ao extinto ACES Nordeste e caso se mantenha a possibilidade de encerramento, Beraldino Pinto deixa antever outras formas de luta.

 Ouça aqui: Saúde em Macedo 

Relativamente ao helicóptero do INEM estacionado em Macedo de Cavaleiros, o presidente da câmara macedense está confiante na permanência do serviço aéreo na cidade.

E acrescenta que vai mover todos os esforços para assegurar a manutenção dos serviços de saúde que ainda restam em Macedo. 

Ouça aqui: Saúde em Macedo 2

Depois do fecho do otorrino, o Serviço de Urgência do hospital de Macedo de Cavaleiros pode vir a sofrer uma nova reestruturação.

Por: Lídia Martins

Relacionados