Reforma da administração local traz coesão territorial

O processo da Reforma da Administração Local é algo premente para o país.

A afirmação é do vice-presidente da bancada parlamentar do PSD na Assembleia da Republica.

Adão Silva, considera que, tendo em conta a conjuntura económica e social que Portugal atravessa, esta reforma é imperativa e vai trazer uma maior coesão social e territorial. 

Ouça aqui: Adão Silva 1 

Está previsto no orçamento de Estado de 2012 que as juntas de freguesias recebam cerca de 184 milhões de euros. A sua fusão, segundo Adão Silva, não vai trazer redução de custos para o país. Mas, o deputado afirma que é o momento para se fazer mais com menos recursos.

Ouça aqui: Adão Silva 2 

Declarações de Adão Silva, à margem do debate sobre a Reforma da Administração Local, numa sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Macedo de Cavaleiros, que decorreu este sábado.

Com a abstenção da CDU e a aprovação dos restantes partidos, este debate resultou na criação de um Grupo de Trabalho da Reforma Administrativa, que irá fazer o mapa da agregação de freguesias do concelho de Macedo.

Um grupo de trabalho constituído por elementos da comissão permanente da assembleia municipal, presidentes de junta e representantes dos partidos.

A tomada de posse é hoje, às 18h, na Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros.

Por: Lídia Martins

 

Relacionados