Jorge Nunes defende mais meios de emergência médica para o distrito

JORGE NUNES

A Câmara de Bragança pede o reforço de meios nos serviços de urgência do distrito no âmbito da avaliação solicitada pela Comissão para a Reavaliação da Rede Nacional de Emergência e Urgência ao município da capital de distrito. O presidente da Câmara de Bragança alerta para as fragilidades dos serviços de urgência.  

 Jorge Nunes lembra que faltam especialidades, recursos humanos e meios tecnológicos nos hospitais do distrito.

“Sabemos que há carências significativas, particularmente ao nível dos recursos humanos, também há especialidades médicas básicas que não estão imediatamente acessíveis a um doente que vá ao Centro Hospitalar, obrigando as pessoas a fazer distâncias enormes. Alguns exames complementares de diagnóstico também têm que ser feitos fora por ausência de equipamentos tecnológicos. Com a criação da Unidade Local de Saúde deve resultar uma melhoria dos cuidados de saúde para a população”, defende o autarca.

Jorge Nunes afirma que com a criação da Unidade Local de Saúde é preciso melhorar infra-estruturas físicas, mas também disponibilizar novas especialidades, como por exemplo Cardiologia.

“Competirá aos responsáveis pelo sistema de saúde na região fazer alguns avanços importantes, não só ao nível da estrutura física em que a unidade central de Bragança carece de uma intervenção urgente, bem como ao nível da estrutura tecnológica, também são necessárias especialidades médicas adicionais, bem como o Centro de Respostas Integradas, que é precária neste momento”, defende Jorge Nunes.

Mesmo em tempo de crise, o autarca brigantino defende investimentos no sistema de saúde do interior do País, que considera desfavorecido em relação ao litoral.

“É uma área onde não é possível retirar serviços. Todos os bragançanos no distrito reclamam a melhoria do sistema e um reforço dos recursos. Haverá excessos no litoral, mas no interior há falhas e aquilo que se impõe em tempo de crise é que haja solidariedade do resto do país para com as regiões menos favorecidas”, enaltece o edil.

Ao nível da emergência médica, Jorge Nunes considera que o distrito tem uma boa resposta, mas defende o reforço desta área com a construção de um heliporto em Mogadouro.

Por: CIR

Sobre o Autor

Jornalista - Licenciada em Ciências da Comunicação

Deixe a sua opinião

website criado sobre plataforma WordPress