Macedense de pensamento voltado para a próxima temporada

Macedense de pensamento voltado para a próxima temporada

 

Finalizada uma época pouco feliz para o Grupo Desportivo Macedense, o clube está já de pensamento voltado para a próxima temporada que irá ser disputada entre as equipas da III Divisão.

Ao longo da época, a formação de futsal de Macedo de Cavaleiros conseguiu apenas uma vitória, quatro empates e somou 21 derrotas.

Resultados que plantel, equipa técnica e direção querem colocar na gaveta e despertar para uma terceira divisão com nova dinâmica.

O presidente do Macedense, Paulo Pinto quer regressar à II Divisão nacional, e assegura que não haverá margem para maus resultados na temporada que se segue.

microfone

“Para o ano vai haver muitas alterações ao nível do figurino das competições nacionais. Infelizmente este ano, devido a algumas dificuldades financeiras não só a nível do município mas no geral, alteramos a nossa política sobre os valores que eram gastos com a equipa principal e com as camadas jovens, somos a única equipa no distrito com camadas jovens no futsal. No Porto, em Braga e em outros lados talvez seja relativamente mais simples ir buscar jogadores de muita valia porque há muitos mas aqui não abundam e não temos condições para ir buscar jogadores. Já estamos há algum tempo a preparar a próxima época porque será o último ano em que existirá a III Divisão, a partir daí algumas equipas sobem para a II e as restantes descem para a distrital. O objetivo será desde já preparar uma boa participação na III Divisão Nacional, dentro daquilo que estivemos a analisar, temos que ter o objetivo de subir de novo para a II Divisão, temos que ser uma das equipas que sobe.”

Para o presidente, a III Divisão Nacional apresenta um figurino respeitável.

Quanto a reforços no plantel, Paulo Pinto frisa que mediante o orçamento disponível, que deverá rondas os 35 mil euros, os gastos tem que ser contidos.

microfone

“Dentro da III Divisão teremos que lutar por um lugar para subir, apesar de sabermos que é difícil. No futsal nunca se sabe ao certo com o que se vai contar, nos últimos anos tem havido algumas desistências de várias equipas, nunca se sabe muito bem quais as equipas que participaram na III Divisão mas continua a ser uma divisão muito competitiva. O objetivo será andar nos primeiros lugares e subir. Vamos preparar a época com aquilo que pudermos, o orçamento que contamos para a época é aquele que acordamos com o município na época anterior, será apenas com esse apoio que contamos. Vamos tentar angariar outras fontes de receita durante o verão para depois preparamos a época. Independentemente do orçamento que tivermos, já estamos a contar com um, temos que criar o plantel com o que já temos garantido e não com o que possa aparecer.”

Quanto à equipa técnica do Grupo Desportivo Macedense, o futuro é uma incógnita.

Mas revela que a época que se avizinha está a ser preparada juntamente com os técnicos Costinha e Fernando Oliveira.

microfone

“Em relação ao técnico ainda não está nada definido. Temos estado a preparar a próxima época com o Costinha e com o Fernando. O Fernando é professor e, infelizmente, os professores nunca sabem muito bem com aquilo que contam. Só depois de Agosto, quando saírem as colocações é que saberá se fica ou não no distrito, se não ficar será impossível mantê-lo. Só depois dessa altura é que ficará definido mas desde já a época está a ser preparada com os dois juntamente com a direção.”

Declarações do presidente do Grupo Desportivo Macedense, no final de uma época pouco risonha para a equipa sénior.

 

Escrito por Onda Livre

 

 

 

 

 

Relacionados

4 Comments

  1. macedense
    03/06/2013 at 16:39 Reply

    Mais do mesmo. A próxima época a ser preparada por Costinha? Novamente o regresso de quem nunca saiu. Só podem andar a brincar com o futsal e com os macedenses, eu não me revejo nesta política, já parecem o governo. Quando viu a casa arder, abandonou e deixou os problemas para o Fernando, que assumiu algo que não era dele. Agora a época outra vez a ser decidida por uma pessoa que quando as coisas correm bem, aparece e dá a cara, quando correm mal como nesta época, é o primeiro a saltar. Além do que, e embora o Fernando não tenha a sua situação certa, é de muito mau tom andar a preparar o próximo ano com alguém, e caso algo corra mal, o vai substituir de certeza. Onde eu já vi isto…

  2. macedense
    04/06/2013 at 14:12 Reply

    Gostava de saber porque o meu comentário não é colocado na parte do futsal, uma vez que não ofendo ninguém, apenas relato verdades.
    Macedo de Cavaleiros sempre.

  3. macedense
    05/06/2013 at 10:14 Reply

    Bom dia.
    É com muita pena que vejo que os meus comentários à última notícia de futsal não foram submetidos na página da notícia. Sinto pena por um lado e é muito triste da vossa parte, por outro, pelo simples fato de que ninguém falou mal de ninguém, apenas se expuseram verdades, e é com alguma estranheza que vejo que um site de uma rádio é manobrada pelos agentes de futsal do GD Macedense. Pensei que a democracia e a liberdade de expressão fosse um bem que consigamos desde 74, mas estou a ver que para Macedo de Cavaleiros ainda não.

  4. Anon354
    07/06/2013 at 10:26 Reply

    Arranjem uns óculos ao intitulado “macedense” que escreve estes brilhantes comentários que o individuo não vê os seus comentários LOL

Comentar

css.php