Economizar água sem comprometer a qualidade da produção de azeite

Economizar água sem comprometer a qualidade da produção de azeite

 

Economizar água e ao mesmo tempo conseguir uma boa produção de azeite sem comprometer a qualidade.

A isto chama-se estratégia de rega deficitária para o olival e a qual foi aconselhada pelo docente do IPB, Castro Ribeiro.

O olival é uma das culturas mais predominantes na região de Trás-os-Montes e importa preservá-la.

Castro Ribeiro salienta a eficácia do uso desta estratégia.

microfone

“Sendo possível regar o olival em zonas onde existe água disponível é vantajoso, os agricultores podem duplicar a produção e dessa forma obter um maior rendimento. Existem algumas estratégias de rega que podem ser seguidas com o objetivo de usar menos água não comprometendo a produção, são chamadas de estratégias de rega deficitárias. Estas estratégias são utilizadas em outras regiões produtoras e mostram que economizam água, ou seja, tem menores custos com a água e com o ambiente e simultaneamente ótimas produções.”

O docente frisa que o investimento que seja preciso fazer no sistema de rega compensa a produção e assegura uma maior qualidade do produto.

microfone

“Os agricultores que ainda não tem o sistema de rega instalado, se tiverem água disponível para fazer a rega, os acréscimos que tem na produção compensam largamente o investimento no sistema de rega. Sem dúvida que aumenta essencialmente a produção e não compromete a qualidade. Esses são os resultados que se tem observado.”

Declarações que visam potenciar o setor olivícola através da otimização de custos de rega.

 

Escrito por Onda Livre

Relacionados