28 bombeiros do distrito de Bragança partiram para ajudar em Góis

28 bombeiros do distrito de Bragança partiram para ajudar em Góis

28 bombeiros de várias corporações do distrito de Bragança partiram ontem para auxiliar no combate ao incêndio em Góis, no distrito de Coimbra.

Segundo o comandante distrital de operações de socorro de Bragança, Noel Afonso, estes homens estão a reforçar o combate às chamas no incêndio que teve origem em Pedrógão Grande no sábado.

reduzido 3

Foi mobilizado um grupo de reforço a incêndios florestais, constituído por 28 elementos e meios de Bragança, Freixo de Espada à Cinta, Izeda, Miranda do Douro, Mirandela, Vila Flor e Vimioso. Saíram ontem a meio da tarde, cerca das 16h. Não sabemos quanto tempo vão ficar, a avaliação é feita dia a dia. Estão nas primeiras 24h. Mediante o ponto de situação no local é que chegará a ordem de desmobilização.

No distrito de Bragança a situação tem estado controlada. Apesar do grande número de ocorrências registados nos últimos dias têm sido sempre incêndios de pequena dimensão. Contudo, Noel Afonso recomenda precaução porque a uma situação de incêndio pode complicar facilmente devido às condições meteorológicas registadas nesta altura.

reduzido 3

Tem conseguido os incêndios num curto espaço de tempo, mas o número de ignições é preocupante face às condições meteorológicas muito adversas com que estamos a lidar na região.

Nesta fase o mais importante é as populações terem a perceção que as condições são muito gravosas para os incêndios, e passa pelas populações a redução do número incêndios através das medidas de auto-proteção que cada um deve ter. Ter atenção ao risco de incêndio, que tem estado extremo ou muito elevado, e assim vai continuar.

A Proteção Civil relembra que o papel da população é o mais interventivo para reduzir o risco de incêndio e relembra que estão proibidas as queimadas, um dos maiores motivos.

Informação CIR (Rádio Brigantia) 

Relacionados

Comentar