Piaget abriu hoje portas para um novo ano letivo

Piaget abriu hoje portas para um novo ano letivo

O Instituto Jean Piaget de Macedo de Cavaleiros voltou hoje a receber alunos.

Na instituição vão funcionar dois cursos profissionais, com duração de três anos, que no final atribuem certificação académica de ensino secundário e qualificação de nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), que lhes permite exercer atividades profissionais nas áreas.

É o recomeçar da acção académica do Instituto Piaget, que recebeu hoje, dia em que deu início ao ano letivo 2017/2018, trinta alunos. Para o ano são esperados mais, assim como outras ofertas formativas, avança Armando Queijo, diretor da instituição.

icon 2_reduzido

“Foram-nos atribuídas 30 vagas que foram preenchidas na totalidade.

Gostaríamos de ter mais cursos e vagas mas o país tem as limitações que tem financeiramente, e isto foi o que nos destinaram para este ano.

Este é um projeto para continuar, a escola profissional vai crescer e expandir-se. Queremos mais cursos e alunos para o próximo ano, e vamos lutar por isso.

Este é um primeiro passo que está a ser dado, esperamos que tenha êxito e significa o recomeçar da atividade académica do Instituto Piaget em Macedo de Cavaleiros.”

Curso Técnico de Animação em Turismo e Curso de Técnico em Massagem de Estética e Bem-Estar são, para já, os cursos a funcionar.

E estas são áreas onde, segundo o diretor, há procura na região.

icon 2_reduzido

“São dois cursos muito importantes para uma região que carece de técnicos nestas áreas e que pensamos que vão colmatar deficiências e lacunas a este nível formativo.

Estes dois cursos, não só constam como prioritários na Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, a ANQEP, como também tivemos de fazer um estudo de mercado, junto de áreas como o turismo, agências de viagem, hotelaria, restauração, entre muitos outros que nos solicitaram e disseram ter necessidade de técnicos formados nesta área.”

Quanto ao regresso de cursos de ensino superior, como foi avançado em 2016, o processo continua em andamento e Armando Queijo diz que são esperadas novidades em breve.

icon 2_reduzido

“Esse objetivo mantém-se, a devido tempo o Instituto Piaget apresentou na Direção Geral do Ensino Superior um projeto de reestruturação do Ensino Superior, são outros tempos, e as instituição têm de se adaptar a isso.

Portanto, sabemos que esse projeto, que foi por nós apresentado, está em fase final de análise na Direção Geral de Ensino Superior, poderão haver decisões para breve, e logo que hajam, estamos cá para trabalhar. Esperamos que venha a ser uma realidade.”

A reactivação da atividade escolar naquela que é agora designada Escola Profissional Jean Piaget já criou 5 postos de trabalho diretos e emprega entre 15 a 20 docentes.

Os cursos são gratuitos, e os alunos, consoante alguns critérios, têm direito a subsídios e bolsas de estudo.

Dos 30 alunos, três são de concelhos limítrofes a Macedo de Cavaleiros.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar

css.php