Olivais de Sequeiro: conselhos e práticas em destaque na AgroLimãos

Olivais de Sequeiro: conselhos e práticas em destaque na AgroLimãos

A correta manutenção das oliveiras é essencial para uma maior e melhor produção de azeitona.

As conclusões são de Manuel Rodrigues, Professor e Investigador do Centro de Investigação de Montanha no IPB.

“Tudo isto que nós falamos aqui, as podas, os adubos, a gestão do solo e outras, contribuem para que, de facto, numa determinada área e com  uma determinada estrutura de custos se possa obter mais produção e, se possível, de melhor qualidade.

Todos os aspetos aqui abordados desde a poda, a adubação e a gestão do solo, todos eles contribuem, se forem bem feitos, para uma melhor produção e para penalizar a produção se forem mal feitos.

Infelizmente, na região ainda se vêm práticas muito mal executadas.”

Declarações à margem da AgroLimãos, uma feira local que aconteceu durante o fim-de-semana na aldeia de Limãos, Macedo de Cavaleiros, e que deu espaçam a uma palestra onde foram abordados vários assuntos ligados ao cultivo de olivais de sequeiro.

Uma troca de conhecimento que o investigador considera importante para que com várias opiniões se possam fazer mais progressos nessa área.

“São necessárias sessões deste género para que as pessoas tenham apareçam para discutir e trocar opiniões porque só com a ideia de todos e com a discussão em conjunto é que conseguimos fazer progressos.

Nós trazemos uma perspetiva académica, de investigação, mas também reconhecemos o mérito e o valor de quem vê as coisas no dia a dia.

Portanto, só com esta troca de ideias e conhecimentos é que se pode, de alguma forma, perspectivar o melhor futuro.”

Quanto ao certame, foram dois dias dedicados à venda de produtos da terra.

Uma aposta para continuar, considera Manuel Teixeira, secretário da Junta de Freguesia de Salselas, Limãos e Valdrez.

“A edição deste ano parece-me que está a correr bem, podia ser melhor mas, dentro do possível, está bem.

As pessoas procuram um pouco de tudo neste certame que queremos que continue nos próximos anos.”

Um fim-de-semana de festa naquela aldeia do concelho de Macedo de Cavaleiros, que terminou com animação ao cargo do Grupo Cultural e Recreativo da Casa do Povo de Macedo de Cavaleiros.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar