Afinal, o problema de poluição do Tua, já está ultrapassado

Afinal, o problema de poluição do Tua, já está ultrapassado

O problema da poluição do rio Tua, na freguesia de Frechas, está ultrapassado. O caso que foi denunciado por um militante do Bloco de Esquerda, relativo ao aparecimento de manchas de óleo na água, supostamente da responsabilidade de uma fábrica de extração de óleos, no lugar de Latadas, diz respeito a uma situação detetada no dia 5 de maio, mas que foi prontamente solucionada pelas autoridades depois de informadas pelo presidente da junta de freguesia de Frechas, José Carlos Teixeira

“Isso foi no passado dia 5 de maio que, efetivamente, houve poluição no rio Tua mas neste momento isso está mais que ultrapassado. Participei às autoridades competentes e elas tomaram conta da ocorrência nesse dia. Tive também oportunidade de falar com o proprietário da fábrica e as coisas ficaram encaminhadas e resolvidas nesse próprio dia.” 

Está resolvido o problema da poluição do rio Tua, na zona de Frechas, onde existe uma praia fluvial muito frequentada no período de Verão.

O presidente da junta adianta mesmo que tem estado a realizar algum investimento para a praia ter melhores condições no futuro

“A Junta de Freguesia está a fazer investimentos no sentido de melhorar a praia fluvial e esta semana já ficam disponíveis os elementos que fazem parte dessa praia.”

 

O problema ambiental está resolvido, depois de ter aparecido, no passado dia 5 de maio, uma mancha de óleo no rio Tua, na freguesia de Frechas.

No entanto, este é um problema que já não é novo. Em Julho de 2017, milhares de peixes mortos apareceram a boiar no rio. Na altura as suspeitas recaíram sobre descargas poluentes da mesma fábrica de extração de óleos.

O caso foi investigado pela equipa do Ambiente da GNR, o SEPNA, mas desconhecem-se as conclusões. 

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Terra Quente)

 

Relacionados

Comentar