Tempestade levanta telhados e provoca inundações no concelho Macedense

Tempestade levanta telhados e provoca inundações no concelho Macedense

Uma tromba d’água, vento e fortes trovoadas causaram diversos prejuízos ao início da noite passada no concelho de Macedo de Cavaleiros e obrigaram à intervenção dos bombeiros para limpeza de vias e habitações.

A União de Freguesias de Talhinhas e Bagueixe foi uma das zonas mais afetadas, onde houve diversas inundações e até telhados que levantaram, como descreve Jorge Asseiro, presidente dessas freguesias.

“Foi uma tempestade que se abateu na União de Freguesias de Talhinhas e Bagueixe. Começou por volta das 19h00, tendo incidido principalmente na aldeia de Talhinhas. 

Há estragos bastante avultados, embora ainda não tenho sido feita uma contabilização exata. Cerca de 3/4 casas ficaram inundadas no rés-do-chão, e há uma senhora que ainda está à espera do perito da companhia de seguros para ter o valor exato dos estragos.

Nos olivais não me parece que houvesse muita destruição porque aqui não caiu muito granizo, foi mais água e vento. Parecia um mini-tornado. Na aldeia de Gralhós, um barracão foi levantado pelo telhado e foi arrastado pelo ar mais de 20 metros. Foi entre as 19h00 e as 20h00. Há muitas árvores partidas, o vento causou muitos estragos.”

 

Pedro Mascarenhas, do pelouro da Proteção Civil da Câmara Municipal de Macedo, refere que agora vão ser contabilizados os estragos agrícolas e proceder à limpeza das casas e estradas mais afetadas.

“As ruas ficaram com muita lama e pedra, algumas adegas inundadas e o rés-do-chão de uma casa ficou completamente destruído, com cerca de 1,20 metro de água. 

Quando nós chegámos, a água já tinha escoado mas a destruição foi total; mobiliário, paredes.

Hoje vai ser feita a retirada do imobiliário. A Câmara, os Bombeiros, a Junta de Freguesia vão ajudar na retirada das mobílias e também na limpeza, porque ficou tudo cheio de lama e detritos que vieram do monte. Para já, é a ajuda que podemos dar.

Quanto a prejuízos agrícolas, só durante o dia de hoje, com luz, é que vamos conseguir apurar.”

 

Também em Mogadouro, distrito de Bragança, a intempérie deixou estragos, provocando várias inundações.

Cerca de 3 dezenas de operacionais estiveram envolvidos nas operações nos dois concelhos entre as 19h30 e as 22h00.

dav

 

Escrito por ONDA LIVRE 

Relacionados

Comentar