Vai ser criado o Prémio “Mestre José Rodrigues”

Vai ser criado o Prémio “Mestre José Rodrigues”

O anúncio foi feito na inauguração da exposição colectiva “XX Artistas na Casa”, com o nome do mestre, numa extensão da Bienal Internacional de Arte de Cerveira à vila transmontana de Alfândega da Fé. O objectivo do prémio é incentivar artistas nacionais e transmontanos, como destaca Berta Nunes, a presidente do município de Alfandega da Fé.

 “No ano em que não houver a Bienal, vamos dar o prémio ”José Rodrigues” para incentivar artistas de várias zonas do país a terem a visibilidade, que o nome do mestre, dá.

Ainda não temos todas as alíneas deste prémio definidas, mas em breve, anunciaremos mais novidades.”

O prémio vai ser lançado para o ano, no espaço temporal de paragem da Bienal de Cerveira, como adianta Ana Duque, técnica responsável de Cultura do Município de Alfandega da Fé.

 

“É um prémio de arte pública, com o objetivo de perceber que tipo de manifestações artísticas temos em Alfândega da Fé. Queremos incentivar artistas locais, jovens e menos jovens, a dar-nos a sua abordagem em termos artísticos. 
Vamos fazê-lo no próximo ano, porque a Bienal de Cerveira é de dois em dois anos, ou seja, para o ano estará parada, e então vamos fazer algo de novo; o prémio insere-se também no âmbito da Bienal.”

Na inauguração da exposição colectiva “XX Artistas na Casa”, esteve presente a filha do Mestre José Rodrigues, Ágata Rodrigues e também curadora da mostra. Referiu que o mais importante é que o público conheça o artista Mestre José Rodrigues, o humanista e o seu nome não seja esquecido.

“Não queremos que o seu nome e a sua obra sejam esquecidos, nem a sua filosofia de vida, a maneira como encarava a arte. 
Queremos mostrar a Alfândega da Fé quem era este artista, e que, acima de tudo, que tinha muito de humanista e que gostava que as pessoas se relacionassem.”

O mestre José Rodrigues foi um dos fundadores da Bienal Internacional de Arte de Cerveira. Nasceu em Angola, mas viveu na vila transmontana de Alfândega da Fé. A exposição colectiva “XX Artistas na Casa” acolhe artistas e amigos do escultor, com diversas serigrafias, desenhos, pinturas, fotografias e escultura patente até 14 de Outubro.

Foto: Rádio Brigantia

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados