Homem suspeito de matar a mãe fica em prisão preventiva até ao julgamento

Homem suspeito de matar a mãe fica em prisão preventiva até ao julgamento

Vai aguardar julgamento em prisão preventiva o agricultor de 38 anos que é suspeito de ter matado a mãe por esta se ter recusado dar-lhe 20 euros, em Bragadas, no concelho de Ribeira de Pena.

De acordo com fonte do Tribunal de Vila Pouca de Aguiar, o arguido está indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver.

O alerta para o desaparecimento da mulher de 67 anos foi dado por um familiar, na quinta-feira passada.

Nesse mesmo dia a GNR e os bombeiros de Ribeira de Pena iniciaram buscas, que até agora se revelaram infrutíferas.

Devido a um historial de violência doméstica, a GNR suspeitou de um crime e chamou a PJ, que assumiu a investigação do caso e acabou por deter o indivíduo anteontem.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Ansiães)  

Relacionados

Comentar