Nova greve dos enfermeiros começa hoje

Nova greve dos enfermeiros começa hoje

Os enfermeiros iniciaram hoje uma greve de seis dias para exigir ao Governo a apresentação de uma nova proposta negocial sobre a carreira de enfermagem, cuja negociação deveria ter terminado em junho.

Convocada por vários sindicatos do setor, a greve decorre hoje e amanhã, e de terça a sexta-feira da próxima semana.

Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, adianta que a greve pretende exigir ao Governo uma proposta de valorização da carreira destes profissionais:

 “O objetivo prende-se com a exigência ao Governo de apresentação de uma proposta de carreira que venha de encontro àquilo que são as expectativas dos enfermeiros, e especialmente dos compromissos que foram assumidos por parte do Governo e do Ministério da Saúde, no protocolo negocial que visava determinar os moldes em que ia ser feita a valorização da carreira de enfermagem.”

O Governo adiou para sexta-feira a reunião que estava agendada para o passado dia 4 de outubro, não tendo enviado qualquer nova proposta de carreira de enfermagem aos sindicatos, o que levou à manutenção da convocação da greve:

 “Entendemos que as greves são sempre meios para atingir objetivos. O Ministério da Saúde sabe que já ultrapassou todos os prazos com os quais se comprometeu no âmbito do protocolo negocial. Com o adiamento da reunião de dia 4 para dia 12, espera-se que se materializem os compromissos que foram assumidos.”

A paralisação dos enfermeiros realiza-se, hoje, exclusivamente nos hospitais e, amanhã, em todas as instituições de saúde do setor público que tenham enfermeiros ao serviço.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Ansiães)

Relacionados

Comentar