Construção da estrutura de acolhimento aos visitantes da antiga Sé de Miranda está parada

Construção da estrutura de acolhimento aos visitantes da antiga Sé de Miranda está parada

As obras para a instalação de uma estrutura de acolhimento aos visitantes da antiga Sé de Miranda do Douro estão paradas por causa de um processo de insolvência que a empresa subcontratada está a ultrapassar. O presidente da câmara municipal de Miranda do Douro, Artur Nunes, anunciou que as obras de requalificação do espaço devoluto poderão ser retomadas já no próximo dia 15 de novembro, com a substituição da empresa.

“Tendo em conta esta situação, no dia 15 de novembro vai entrar uma outra empresa que vai reiniciar os trabalhos de acordo com o que estava programado.”

O autarca também espera que a obra seja concluída e inaugurada no próximo ano.

“Há que destacar aqui que esta obra já deveria estar concluída e não está devido a alguns problemas técnicos relacionados com o projectista e com os empreiteiros.

Porém, com esta alteração espero que no prazo de seis meses a obra esteja concluída para que na Páscoa consigamos ter o centro interpretativo de apoio à catedral inaugurado e em funcionamento, até porque valoriza todo o espaço.”

As obras foram anunciadas há cerca de um ano e meio, num valor de 370 mil euros. Este centro interpretativo está incluído na Operação Rota das Catedrais no Norte de Portugal, co-financiada pelo Programa Norte 2020.

Foto: Direção Regional de Cultura do Norte

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados

Comentar