Alegada “falta de dinheiro” leva a encerramento de Jardim-de-Infância em Ligares (Freixo de Espada à Cinta)

Alegada “falta de dinheiro” leva a encerramento de Jardim-de-Infância em Ligares (Freixo de Espada à Cinta)

O jardim-de-infância de Ligares, concelho de Freixo de Espada à Cinta, vai fechar amanhã. A notícia foi recebida na segunda-feira por carta da directora aos pais das crianças. O presidente da junta de freguesia da aldeia, Ademar Bento, diz que a principal razão evocada foi a falta de dinheiro para manter o espaço que acolhe 6 crianças, mas estranha este facto porque o centro é financiando pela Fundação Monsenhor Júlio Martins, um benemérito que esteve radicado nos Estados Unidos da América e que deixou “a sua fortuna” para custear o espaço, diz.

“A diretora do centro mandou uma carta para os encarregados de educação das crianças com o objetivo de agendar uma reunião que serviu para dizer que, a partir desta sexta feira, não haverá mais creche, alegando que não há dinheiro. Mas a verdade é que nós sabemos que há dinheiro porque essa verba vem da fundação que tem fundos nos EUA.”

O sentimento na aldeia é de revolta porque a construção do espaço foi realizada pela população.

“As obras da creche foram pagas pelo povo e o terreno doado por nós. Como tal, acho que, de certa forma, aquela creche também nos pertence e não se compreende que seja uma pessoa que é de fora a dizer que vai fechar, não deixando alternativa às crianças e aos pais.

Ademar Bento garante que é um, perda significativa da aldeia

“É uma perda significativa para a aldeia até porque estamos a perder algo que foi feito por nós e é nosso.

Por isso, não podemos acatar de boa vontade a ideia da diretora do centro.

Isto deixa-nos revoltados.”

O presidente da junta de Ligares garantiu que vai lutar com o fecho da creche e já está a avançar juridicamente contra o encerramento. O infantário já funcionava há 30 anos.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados

Comentar