Ouvintes da Rádio Onda Livre reagem à crise financeira que a cooperativa de informação atravessa

Ouvintes da Rádio Onda Livre reagem à crise financeira que a cooperativa de informação atravessa

Depois de ter sido divulgado em Assembleia Geral que a Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros não assinou o protocolo de colaboração com a Rádio Onda Livre, e que, por isso, a Cooperativa de Informação e Cultura atravessa graves dificuldades financeiras que podem levar ao despedimento de pessoal, alguns dos ouvintes quiseram manifestar-se relativamente a esta situação no programa da manhã. 

Há quem se lembre da Rádio Onda Livre desde sempre, quem diga que “ligar o rádio” já faz parte do dia-a-dia, ou até quem admita que foi com a ajuda desta estação que conseguiram superar alguns momentos mais difíceis:

“A rádio não pode acabar, é a melhor coisa que as pessoas que estão sozinhas têm. Ninguém bate a nossa rádio, estou muito contente com a programação.

A rádio para mim é a companhia das manhãs, que me faz rir mesmo nos dias em que estou mais triste. Tenho pena desta atitude da Câmara, está a agir muito mal. 
Só tenho bem a falar desta estação, que sempre me acompanhou, nos momentos mais difíceis da vida; chegaram a ligar-me de propósito, para eu falar, só para ajudar a passar o tempo.
Faz-me muita falta a rádio, às vezes até a minha mulher diz que nem durmo, que mal me levanto logo sintonizo.
No meu carro tenho sempre 87.7 ligado, há sempre boa disposição, brincadeiras.
Temos certos artistas que só ouvimos na nossa estação.
É muito orgulho termos uma rádio em Macedo de Cavaleiros, espero que façam tudo por ela. 
Tenho uma grande família na rádio Onda Livre. 
Esta rádio nunca teve nem terá fronteiras. 
Espero que não acabe, as pessoas que estão sozinhas precisam sempre de uma palavra amiga. 
O amor da minha vida além dos meus filhos e dos meus netos é a rádio Onda Livre.” 

 

E porque de ouvintes, se faz a rádio, deixam ficar o seu apelo à Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros:

“Espero que os responsáveis tenham consciência de que a rádio é um bem de todos nós.

Senhor Presidente Benjamim, ajude a nossa rádio, que corre mundo e é para nós a melhor rádio de Portugal.
Espero que o sr. Presidente faça tudo pela rádio, que é a nossa companhia.
Faço um apelo ao sr. Presidente da Câmara: leve em conta que a rádio faz companhia a todo o Nordeste Transmontano. 
Espero que dêem todo o apoio à Onda Livre, é a melhor coisa que temos.
É uma rádio que alegra as pessoas, o sr. Presidente que tenha isso consideração.
Não deixem a rádio acabar, há muitos velhinhos, que precisam de companhia e carinho.”

 

De recordar que se realiza hoje uma Assembleia Geral Extraordinária entre os cooperantes da Rádio Onda Livre, com o objetivo de ser encontrada uma solução que deixe subsistir a cooperativa de informação e os seus funcionários.

 

Escrito por ONDA LIVRE 

Relacionados

Comentar