“Moncorvo 356 dias a ajudar” vai auxiliar famílias carenciadas

“Moncorvo 356 dias a ajudar” vai auxiliar famílias carenciadas

Moncorvo 356 dias a ajudar” é o novo projeto do Município, da Cáritas Diocesana e da Junta de Freguesia de Torre de Moncorvo juntamente com o Banco Solidário, que vai ajudar famílias carenciadas do concelho.

Quem quiser pode doar desde eletrodomésticos a alimentos que muitas vezes são deitados ao lixo ainda em bom estado.

José Meneses, presidente da Junta de Freguesia de Torre de Moncorvo, explica em mais detalhe a iniciativa:

“O “365 Dias a Ajudar” consiste num programa que pretende incentivar toda a comunidade para que tenha alguma atenção e cuidado para o desperdício alimentar.

As pessoas que tiverem produtos que não vão consumir ou vender por estarem, por exemplo, em aproximação do fim de prazo de validade, em vez de devolverem, podem contactar a junta de freguesia e um funcionário fará depois a recolha para entregar no banco solidário para posteriormente ser levantado por pessoas com alguma carência, já identificadas pela segurança social.

Além de produtos alimentares, são também aceites electrodomésticos, mobiliário, vestuário, material escolar, brinquedos, um pouco de tudo.”

 

Entretanto, a Junta de Freguesia já se candidatou a um veículo e duas arcas frigoríficas que ajudem na conservação dos produtos alimentares doados:

“A junta de freguesia candidatou-se para obter um veículo que vai fazer a recolha desses alimentos, bem como a compra das arcas frigoríficas para conservarmos os produtos alimentares durante um ou dois dias, que é também o período de entrega para as pessoas carenciadas.”

 

Todos os géneros podem ser entregues no Banco Solidário ou solicitando a ajuda da Junta de Freguesia em caso de bens de grande volume.

Segundo José Meneses, o projeto deve arrancar já no início do mês de dezembro:

“Neste momento, estamos numa fase de prospecção e contacto com os supermercados e com a generalidade dos agricultores, depois vamos fazer uma acção de sensibilização para a população. Queremos começar no terreno já em dezembro.”

 

Moncorvo 356 dias a ajudar” tem o custo de 29 mil euros, comparticipado em 85% pelo programa “Juntar” do Fundo Ambiental.

Por ano, em Portugal, é deitado ao lixo um milhão de toneladas de alimentos.

 

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados