Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água apresentado hoje

Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água apresentado hoje

A Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e o Instituto Politécnico de Bragança apresentam hoje, em Vidago, Chaves, o Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água.

A região é rica em águas termais e de bem-estar, assim como de águas minerais para consumo, cujas potencialidades terão de contribuir ainda mais para desenvolver a economia regional, atrair turistas durante todo o ano e criar emprego.

Este centro de investigação é um projeto de uma associação com 21 aderentes. Para além dos municípios do Alto Tâmega – Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar – e do IPB, fazem parte o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, associações e empresas privadas.

O presidente da CIM do Alto Tâmega, Fernando Queiroga, explica porque é tão importante a água para este território:

 

“Nós queremos que este território seja associado à saúde e ao bem-estar, e nisso está incluída a água, desde as medicinais, as de mesa, bem como a água para a própria agricultura que é usada na produção dos produtos endógenos que temos.

Portanto, o que queremos é potenciar a questão da água enquanto valor distintivo mas também como agregador de crescimento económico desta região do Alto Tâmega.”

A criação do Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água representa um investimento a rondar os dois milhões de euros e vai ser candidatado a apoio comunitário:

“Este centro tem vai ter a parte do observatório que vai fazer uma análise e criar outras vertentes no que respeita às águas termais, a instalação de um laboratório para análise das características físico-químicas e microbiológicas das águas termais e minerais, também vai ter investigação e inovação com a cedência de professores com os quais queremos criar novos produtos, quer na cosmética como na nutrição, assim como no que respeita à água.”

O Município de Chaves cede o edifício para instalar o centro e o IPB fornece os investigadores.

Outro objetivo é criar condições para que o Alto Tâmega venha a ter ensino superior e ainda gerar uma academia de formação para ajudar na capacitação dos recursos humanos.

O Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água vai ser apresentado durante o “I Aqua Fórum do Alto Tâmega”, tendo abrido esta manhã com os Secretários de Estado do Ensino Superior e do Turismo, e encerra, ao fim da tarde, com o ministro do Ambiente.

Foto: Cortesia de Cristina Patrício

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Ansiães)

Relacionados

Comentar