PEV e PAN querem proibir uso de fármaco que pode provocar morte de animais

PEV e PAN querem proibir uso de fármaco que pode provocar morte de animais

O grupo parlamentar ecologista os Verdes e o PAN vão apresentar hoje à Assembleia da República dois projectos lei com objectivo de proibir o uso do Diclofenac, um fármaco que pode provocar a morte a abutres e outros animais, que se alimentam de carcaças. Joaquim Teodósio, coordenador da SPEA, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, destaca que se a proibição passar a ser uma realidade ajudará no equilibro dos ecossistemas

“Espero que esta substância venha a ser proibida em Portugal. Trata-se de um anti-inflamatório, que se for utilizado a nível pecuário, no tratamento do gado, pode colocar em causa alguns animais, como os abutres, que são espécies com um papel importante nos nossos habitats.

Estas propostas, se forem aprovadas, podem levar à proibição deste produto para uso pecuário, o que seria bastante importante.”

Em Portugal, ainda é permitida a comercialização deste medicamento. A SPEA lança também a campanha “é possível tratar gado sem matar espécies protegidas”.

“Em Portugal existe um pedido de autorização e comercialização de um destes medicamentos e tem havido uma pressão grande por parte das organizações de ambiente, ligadas à confederação das árvores e não só, para que não seja autorizado. Ainda não houve uma decisão mas, com esta proposta que vai ser apresentada na assembleia, pretende-se proibir o eventual uso deste fármaco em animais no nosso país “

Desde 2014 que várias associações têm alertando as autoridades para os impactos negativos do uso deste medicamento.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados

Comentar