Três azeites produzidos na Olimontes receberam medalhas de prata no concurso internacional de Los Angeles

Três azeites produzidos na Olimontes receberam medalhas de prata no concurso internacional de Los Angeles

Três azeites produzidos no lagar Olimontes, em Macedo de Cavaleiros, receberam medalhas de prata no Los Angeles International Extra Virgin Olive Oil Competition 2019, um dos maiores concursos internacionais de azeite.

Da marca Terras Dazibo, os vencedores foram o Virgem Extra Ânfora e o Virgem Extra Bio, tendo ainda sido medalhado o azeite “Santa Apolónia – Honor Edition” que pertence ao Instituto Politécnico de Bragança e é extraído e embalado na Olimontes.

Uma prova de que o trabalho tem sido bem feito, assegura António Soares, sócio da marca Terras Dazibo:

“A primeira razão de irmos aos concursos nacionais e internacionais é percebermos se estamos a fazer bem, é uma métrica. Acho que faz bem ao ego também, mas não são as medalhas que nos fazem trabalhar melhor.”

Esta não é a primeira vez que azeites da Olimontes são premiados no concurso internacional de Los Angeles, o que para António Soares comprova a qualidade destes azeites que são já uma referência nacional com cada vez mais reconhecimento também no estrangeiro:

 

“Eu diria que o lagar Olimontes está na vanguarda de excelência em Trás-os-Montes. Em termos de azeite, é uma referência no mercado nacional. Continuamos a afirmar-nos na qualidade do azeite, estamos contentes e temos que dar os parabéns à nossa equipa que trabalha todo o ano para que tudo isto seja possível.” 

 

Também de Trás-os-Montes, dois azeites da Casa de Santo Amaro, em Sucçães, receberam medalhas de prata.

No total, foram 17 as medalhas atribuídas a azeites portugueses no Concurso Internacional de Los Angeles, das quais quatro foram de ouro e as restantes de prata e bronze.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar