Vão ser criados mais 91 postos de trabalho na Zona Industrial das Cantarias em Bragança

Vão ser criados mais 91 postos de trabalho na Zona Industrial das Cantarias em Bragança
Já foram aceites seis candidaturas para a nova zona Industrial das Cantarias, em Bragança, que traduzem a criação de 91 novos postos de trabalho. Há perto de 16 milhões e meio de euros de investimento. O presidente da câmara, Hernâni Dias, confirma que resta apenas tratar da documentação para que as empresas se possam instalar ainda este ano.

“Foi aprovado o relatório final e vamos agora entrar na fase de alienação dos lotes, mediante  classificação que cada empresa teve.

Foi um processo concursal em que as empresas concorreram com os seus investimentos, foram devidamente classificadas por um juri e, a partir de agora, estamos a entrar naquela fase em que vamos tratar da parte de documentação para que possam passar à fase de instalação.”

As obras para a ampliação da zona industrial das Cantarias arrancaram em 2016, sendo que o projecto custou perto três milhões e meio de euros e permitem a instalação de 46 empresas. Segundo Hernâni Dias teve que haver alteração na atribuição dos lotes mas o processo já está na fase administrativa.

“As empresas terão novamente oportunidade de se pronunciar até porque tivemos que refazer o relatório, uma vez que no preliminar houve uma empresa que não conseguiu entregar a documentação.

Agora estamos na fase administrativa para que tudo possa acontecer de forma célere porque também é nosso interesse que as empresas se instalem o mais rápido possível.”

Quando as obras começaram, as regras de alienação dos lotes foram apresentadas a várias dezenas de empresários. O regulamento, feito pela câmara municipal, segue regras comunitárias, e avalia critérios como a criação de postos de trabalho, capacidade de inovação e de exportação e o volume de investimento.
INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados

Comentar