Diego: “tomei injeções várias vezes para conseguir entrar em campo e ajudar a equipa”

Diego: “tomei injeções várias vezes para conseguir entrar em campo e ajudar a equipa”

Depois de ter saído a público que Diego e Igor tinham abandonado a equipa de seniores do Clube Atlético de Macedo de Cavaleiros, Diego fez chegar um comunicado à redação da Onda Livre onde refere que “gostaria de deixar claro que a Rádio Onda Livre me procurou para dar um parecer da situação citada, embora eu preferisse não ter o nome do clube envolvido em “polémica “, pois sempre me apoiaram e me deram uma oportunidade para jogar. Porém, o treinador referiu que eu não queria jogar nem ser convocado, no entanto, tomei injeções várias vezes para conseguir entrar em campo e ajudar a equipa”.
José Carlos Afonso diz ainda que o clube gastou dinheiro em exames com o jogador, ao que, o mesmo responde “eu gostaria que ele apresentasse os recibos com os respectivos valores, sendo que eu fiz apenas um exame cerca de duas semanas e meia depois da minha lesão, período no qual eu já estava a fazer tratamento no departamento médico do clube. Confirmo ainda que a minha outra lesão aconteceu na primeira volta, na minha quarta partida, num jogo contra o Rebordelo, no qual recebi uma pancada que me fez uma fissura no peróneo e que foi constatada por exame de raio-x, feito no hospital de Macedo de Cavaleiros.”

No mesmo contexto, Diego confessa ainda que “andei dois jogos a correr e a sentir dores mas fiz os 90 minutos, e isso só prova que sempre me sacrifiquei, quer pelos meus colegas quer pela instituição.”
Sobre o jogo do último domingo, no qual o treinador divulgou que Diego se recusou a ir a jogo, o jogador assume que “sou homem suficiente para reconhecer que a minha atitude não foi das melhores mas que muitas e muitas coisas que se passaram e eu estava muito insatisfeito com o tratamento por parte do treinador, que muitas das vezes não era apenas comigo mas também com os meus companheiros.”
Por fim, pode ler-se que “aos adeptos, aos meus companheiros, membros da direção, pessoas que integram o clube e fazem um excelente trabalho, deixo o meu sincero pedido de desculpas mas garanto que tive motivos de sobra para ter determinadas atitudes, motivos que não valem a pena serem comentados aqui.”

 

A resposta de Diego à sua saída da equipa de seniores do Clube Atlético de Macedo de Cavaleiros, numa altura em que faltam apenas três jornadas para o final do Campeonato Divisão de Honra Repsol Gás da Associação de Futebol de Bragança.

 

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar