Período de proibição de queimas e queimadas alargado até amanhã no distrito de Bragança

Período de proibição de queimas e queimadas alargado até amanhã no distrito de Bragança

Até amanhã, continua a ser proibido realizar queimadas e queima de sobrantes de exploração nos distritos de Bragança, Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal devido ao risco elevado de incêndio rural.

O alargamento do prazo foi determinado pelo Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita e pelo Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, através de um despacho conjunto assinado ontem.

Em causa está ainda o prolongamento do Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos mesmos distritos até às 23h59 do dia 16 de maio.

Segundo informações disponibilizadas pelo IPMA, estão esta quarta-feira em risco de incêndio muito elevado no distrito de Bragança os concelhos de Vinhais, Alfândega da Fé, Torre de Moncorvo e Freixo de Espada à Cinta. Com risco elevado estão todos os restantes, à exceção de Miranda do Douro.

Já no distrito de Vila Real, apresentam-se hoje com risco elevado os concelhos de Murça, Sabrosa, Vila Pouca de Aguiar, Montalegre, Boticas, Chaves, Valpaços e Alijó.

De lembrar, que estamos fora do período crítico até 30 de junho.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar