Sofia Miguel é novidade na equipa técnica do GDM para a próxima época

Sofia Miguel é novidade na equipa técnica do GDM para a próxima época

Está quase limada a equipa sénior do Grupo Desportivo Macedense para a época 2019/2020.

António Aires, que continua nos comandos da formação verde e amarela, vai ter a seu lado como teinador-adjunto Bruno Costa, que na época passada desempenhou o papel de treinador de guarda-redes, e ainda Gonçalo Gomes no Scouting.

Como grande novidade na equipa técnica, destaca-se o nome de Sofia Miguel. A transmontana de gema de 34 anos e apaixonada por futsal desde os 15, jogou na 1ª divisão na época passada e carregou ao peito o símbolo do Santa Marta de Penaguião. Este ano, entra na família GDM, num projeto que considera “fantástico”:

“Esta mudança deve-se ao facto de eu querer ser treinadora, esse sempre foi um dos meus objetivos. Já estou inscrita na Associação de Futebol de Bragança para tirar o curso e esta proposta que o mister Aires me fez é fantástica. Este projeto vai fazer com que aprenda e me torne numa boa treinadora, para que no futuro possa treinar uma equipa.”

 

No que toca ao plantel, são renovações Rafa, Lameirão, Paxa, Flash, Carlos Pires, Filipe, Patrick Erick, Zé João, Richie e Dylan. Nos reforços, destaque para o Macedense Patrick que na época passada vestiu a camisola do Mogadouro, Pisco (antigo jogador do Valpaços), Pedro Amaral (que chega do ABC Nelas) e Luís Gomes, o guarda-redes que na época passada representou também o Valpaços.

Um núcleo duro que se mantém com alguns retoques, diz António Aires, treinador:

“O Patrick é um Macedense e nestas duas épocas esteve também ao serviço de uma equipa transmontana. Por questões não só profissionais mas também a paixão que tem pelo GDM, conseguimos conciliar todos os aspetos, e na verdade ele é uma mais-valia para o nosso grupo de trabalho, pelo que ele pode trazer ao grupo.

Depois, com dois ou três retoques tentamos trazer quilómetros de segunda divisão. O núcleo duro é o que lá estava, numa época e numa série extremamente complicada. Tudo faz antever que o segundo e o terceiro classificados da série B, apelidada de série da morte na época passada, como é o caso do Aves e do Lordelo, possam cair na série A, o que vem ainda torná-la mais competitiva.”

 

Dos juniores, chegam também vários reforços. Uma forma de começar já a pensar o futuro, considera António Aires:

“Esta equipa técnica, juntamente com a direção decidiu apostar mais nos jovens. Esse investimento, pensado a médio/ longo prazo, e retocado com alguns jogadores com experiência, serve para acelerar esse processo de aprendizagem para que, no futuro, eles sejam uma opção válida para o Grupo Desportivo Macedense.” 

 

A pré-época do Grupo Desportivo Macedense começa a 17 de agosto com os exames médicos.

 

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar