7ª edição do King of Portugal cancelada devido ao risco de incêndio (Vimioso)

7ª edição do King of Portugal cancelada devido ao risco de incêndio (Vimioso)

Foi cancelada a 7ª edição do King of Portugal. A prova, organizada pelo Clube Nortex4, tinha início marcado para ontem, em Vimioso, mas o facto de o distrito de Bragança estar em alerta vermelho devido ao risco extremo de incêndio obrigou o município a cancelar a competição.

O despacho Ministério da Administração Interna e Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural é taxativo, proibindo a circulação e permanência em caminhos rurais e florestais em situação de risco extremo de incêndio:

Jorge Fidalgo, presidente do Município de Vimioso, diz compreender a medida mas considera que cada caso é um caso e que estavam garantidas todas as medidas de segurança para a realização da prova:

“É absolutamente incompreensível pois trata-se de um trajecto que foi vistoriado pela GNR e Bombeiros, que foi todo preparado para evitar perigos de incêndio, que tem as condições de segurança que nunca teve e que, neste momento, já se realizou o percurso em condições atmosféricas bem mais adversas.”

O autarca lamenta a situação e lembra que se a medida do Governo for aplicada à letra, o país vai parar sempre que for emitido este alerta:

“A forma mais fácil de resolver os problemas parece ser proibir tudo. Se quiserem diminuir os acidentes rodoviários, proíbem a circulação dos automóveis e acabamos com os acidentes rodoviários. Então, o país, fundamentalmente o meio rural, vai ter que paralisar. Porque lendo o despacho à letra não se pode fazer absolutamente nada. No limite, as pessoas não podem ir à horta porque não podem circular nem permanecer nos caminhos rurais. Isto não faz sentido nenhum”.

O cancelamento da prova tem um impacto negativo na economia do concelho e para minimizar os estragos, já que os pilotos de várias nacionalidades já tinham reservas para ficar no concelho nos próximos dias, “vão manter-se as restantes actividades associadas ao King of Portugal”.

O cancelamento da prova foi de imediato comunicado aos 67 pilotos, de 17 nacionalidade, que iram participar. A organização e o município estão a tentar agendar uma nova data para a realização do King of Portugal, sendo que o final de Novembro é a altura mais provável.

A prova, que começava esta quarta-feira e acabava no sábado, faz parte do Campeonato da Europa de Ultra 4.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

adiado

Relacionados

Comentar