Trás-os-Montes tem agora três 7 Maravilhas Doces de Portugal

Trás-os-Montes tem agora três 7 Maravilhas Doces de Portugal

O Mel Biológico do Parque Natural de Montesinho, de Bragança, a Amêndoa coberta de Moncorvo, de Torre de Moncorvo, e as Cristas de Galo de Vila Rela, foram eleitos sete Maravilhas Doces de Portugal.

No que respeita ao mel brigantino, Hernâni Dias, presidente da câmara de Bragança, acredita que este galardão vai ajudar a valorizar o produto e o território:

“É muito positivo pois temos a firme certeza que vai ajudar, quer os apicultores que fazem a sua produção, quer na própria promoção do território que sai reforçada com este galardão.

Estou certo que vai haver um incremento na procura deste produto, e acredito piamente que haja mais pessoas a querer produzir este mel.”

Já quanto às Cristas de Galo de Vila Real, Eugénia Almeida, vice-presidente da Câmara de Vila Real e promotora do doce no concurso, considerou que “Vila Real merece este reconhecimento”, e agradeceu a todos quantos contribuíram para esta vitória.

José Maria Magalhães, vereador do pelouro do Turismo da Câmara de Vila Real, refere que a eleição da Crista como Sete Maravilha Doce de Portugal vai trazer turistas a Vila Real, sendo este concurso uma oportunidade de divulgar o concelho vila-realense:

Isto é o resultado de um trabalho que envolve uma quantidade enorme de pessoas, e para ser eleito era preciso ter um índice de participação muito forte, superior ao nível de participação em todo o processo de eleição das Aldeias 7 Maravilhas de Portugal.

Isto significa que a nossa comunidade esteve connosco e passamos a ter mais um ponto de referência. A partir dai vem todo o resto.

Há reconhecimento, Vila Real continua a ter aquela notoriedade que leva a ter os índices que tem de procura de alojamento e visitantes, não deixando de fazer outras coisas também essenciais do ponto de vista económico, como lançar as infraestruturas que permitam ter uma cidade viável e sustentável para o século XXII.

Estamos a fazer esse trabalho e há muitas empresas a querer instalar-se.

Vila Real continua a dar motivos de alegria ao mundo.”

 

Os restantes vencedores foram os Bolinhos de Vizela, os Charutos dos Arcos, de Arcos de Valdevez, o Folar de Olhão e as Roscas de Monção.

A final aconteceu no sábado com a participação de 14 doces.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia e Universidade FM)

Relacionados

Comentar