Distrito de Bragança pode vir a ter consulta no apoio e tratamento ao pé diabético

Distrito de Bragança pode vir a ter consulta no apoio e tratamento ao pé diabético

O distrito de Bragança pode vir a ter consulta de apoio ao problema do pé diabético, uma das maiores complicações da diabetes, que tende a perturbar o sistema vascular.

A novidade foi avançada por Raul Sousa, coordenador da unidade funcional da diabetes, que refere ainda que Macedo de Cavaleiros é uma das cidades propostas para oferecer esta valência aos utentes:

Felizmente neste momento, com toda a prevenção que temos vindo a fazer, com a informação que as pessoas vão tendo, a própria prevalência da diabetes e a incidência têm vindo a diminuir no distrito de Bragança. Nós tínhamos o ano passado uma prevalência de 10.1 de casos diagnosticados e nós neste momento temos 9.5. Claro que há outros fatores que podem enviesar estes dados mas a verdade é que se calhar tudo aquilo que nós temos feito em termos de falar da diabetes, da prevenção, aquilo que os centros de saúde fazem, porque a prevenção é fundamental, é a pedra basilar dos cuidados primários. Os apoios que nós temos quer dos nutricionistas, consulta de diabetes, obesidade, a parte de enfermagem, o  diagnóstico precoce que estamos a fazer e a identificar os casos de risco para vir a ter diabetes, etc. Começarmos a trabalhar com estas pessoas contribuirá para que venham a ter diabetes mais tardiamente e possivelmente estamos a diminuir a incidência da doença no distrito, que é isso que nós pretendemos.”

 

Comparativamente ao ano passado, a prevalência da diabetes tem vindo a diminuir no distrito. Resultados positivos que, segundo Raul Sousa, se prendem com as ações de prevenção e informação que têm vindo a ser desenvolvidas junto da população:

Temos na manga uma consulta de pé diabético para começar a funcionar no distrito de Bragança, que vai evitar as deslocações dos nossos doentes ao Porto e diminuir os custos que isso tem. Nós neste momento estamos a negociar exatamente isso com ULSNE, temos uma estrutura formada por profissionais que possam dar esse apoio quer preventivo, quer curativo do pé. Poderá ser em Macedo de Cavaleiros até porque o laboratório das palmilhas com a podologia é em Macedo, embora haja também outras hipóteses.”

 

A retinopatia diabética, ou seja, a complicação da diabetes que afeta o olho, continua a ser a mais preocupante devido ao risco de cegueira que pode afetar os doentes.

 

Escrito por ONDA LIVRE 

Relacionados