Assunção Gemelgo é a nova presidente da CPCJ de Macedo de Cavaleiros

Assunção Gemelgo é a nova presidente da CPCJ de Macedo de Cavaleiros

As eleições decorreram na tarde de ontem nas instalações da Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros e no exercício do direito de voto estiveram 17 pessoas.

Assunção Gemelgo, que tem ligação à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ)  desde 2015 como representante do Ministério da Educação, passa agora a presidente e explica o plano de ação que tem vindo a ser pensado para esta nova fase:

“Nós já tínhamos elaborado com a presidente anterior um rascunho daquele que vai ser o nosso plano de ação. Falo da adesão que a CPCJ fez a um projeto que tem a ver com a parentalidade positiva que se chama Adélia. Estamos na fase de diagnóstico para tentarmos depois construir um plano local de prevenção para crianças e jovens. É um trabalho que tem vindo a ser feito desde o ano passado e que vamos continuar porque faz todo o sentido. Depois temos todas as ações que vão surgindo ao nível da prevenção do bullying, da violência doméstica, começando pela violência no namoro. São trabalhos que fazemos sempre, por serem essenciais.”

A CPCJ tem como objetivo promover os direitos das crianças e jovens e prevenir as situações que possam afetar a segurança e estabilidade dos mesmos.

Um dos maiores problemas a nível do distrito de Bragança continua a ser o absenteísmo escolar:

“Depois começa a ser a indisciplina decorrente destes comportamentos desviantes, e já com algum número considerável temos os casos de violência doméstica. 

Estes miúdos que têm problemas e que estão em risco e perigo, se analisarmos todo o contexto familiar e histórias de vida, vemos que eles são uns heróis, porque o que nos apresentam por vezes tem toda uma história que traz à tona o comportamento menos bom destas crianças. Temos de procurar essas razões e intervir.” 

Assunção Gemelgo, professora do terceiro ciclo e secundário há mais de 20 anos é a nova presidente da CPCJ de Macedo de Cavaleiros num mandato de três anos. A seu lado como membro secretário ligado ao Município passa a estar Cristina Pires, educadora social.

Escrito por ONDA LIVRE 

Relacionados

Comentar