A linha aérea entre Bragança e Algarve vai ser suspensa a partir do dia 22

A linha aérea entre Bragança e Algarve vai ser suspensa a partir do dia 22

Em causa está a validação do Tribunal de Contas para que seja dada luz verde ao contrato assinado pela Sevenair para a concessão da rota. O presidente da câmara de Bragança, Hernâni Dias, afirma que, se a suspensão acontecer, vai causar grandes constrangimentos à região:

“Espero que seja apenas um alerta neste momento e que não venha a concretizar-se, uma vez que representaria uma pena terrível não só para Bragança, mas para a região de Trás-os-Montes e cidades onde faz escala. O que não queremos que aconteça de forma nenhuma.”

O autarca Hernâni Dias acredita que até ao final do mês o Tribunal de Contas valide o contrato e acrescenta que é “relevante” que se mantenha a ligação aérea:

“Acredito que até ao dia 22 deste mês tudo se resolva a contento das partes, por forma a que haja uma resolução do Tribunal de Contas para que dê o aval a este contrato e que da parte do governo e da operadora consigam garantir que a ligação continua a existir.”

A partir do dia 22 deste mês a ligação aérea entre Bragança, Vila Real, Viseu, Cascais e Portimão vai ser suspensa devido à falta de validação do Tribunal de Contas para atribuição da concessão à Sevenair, avaliada em 10 milhões de euros, financiados pelo Estado.

INFORMAÇÃO E FOTO CIR (Rádio Brigantia) 

Relacionados