Município Brigantino apela à população para o fabrico de máscaras

Município Brigantino apela à população para o fabrico de máscaras

O município de Bragança está a apelar a quem tenha disponibilidade e interesse que contribua para o fabrico de máscaras. O aumento do número de casos de infecção por Covid-19 estimulou a procura deste material e, como consequência, registou-se uma ruptura de stock em diversos locais. Assim, o município de Bragança, lançou o desafio, tendo também em conta o facto de ter um grande número de população de risco, com uma larga percentagem de idosos. O presidente da câmara, Hernâni Dias, garante que já há até mesmo gente de vários distritos a querer ajudar:

“Neste momento temos já 110 propostas de apoio de variadíssimas entidades, de instituições de solidariedade espalhadas por 8 concelhos do distrito e por mais 12 distritos do país.”

A ideia partiu da vontade em garantir a prevenção dos cidadãos do concelho e aliviar a pressão na aquisição de máscaras, de forma a que cheguem para as unidades de saúde no tratamento de casos de Covid-19:

 “O objectivo não é incentivar o uso da máscara no dia-a-dia, o objectivo é que as pessoas tenham a máscara e no caso de precisarem a possam colocar.”

A directora-geral de Saúde, Graça Freitas, disse, em conferência de imprensa, que as máscaras dão “falsa sensação de segurança”. Por sua vez, Hernâni Dias explica que não há estudos que desaconselhem o uso de máscara e que se estão a produzir para que possam ser usadas em caso de necessidade.

 O município disponibilizou-se a entregar o tecido e elásticos a quem queira ajudar nesta iniciativa.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia) 

Relacionados

Comentar