Portugal entrou na fase de mitigação do vírus

Portugal entrou na fase de mitigação do vírus

Desde as zero horas desta quinta-feira que Portugal deixou de estar em fase de contenção e passou à fase de mitigação. O que a nova fase significa é que já não é possível estabelecer cadeias de  transmissão sobre quem infetou quem. O vírus passou a estar em todo o lado.

As medidas de contenção revelarem-se incapazes de evitar a infeção de um número crescente de portugueses, o sistema de saúde vai preparar-se para dar resposta à pior fase da pandemia. Esta fase corresponde ao nível de alerta e resposta mais elevado, sendo a fase mais grave de contágio.

Haverá uma generalização de testes e do atendimento a doentes covid-19 com todos os hospitais a prestar cuidados e também os centros de saúde. Os critérios foram alargados. Antes para se ser validado como caso suspeito era preciso ter mais de um sintoma relacionado com a doença covid-19 e ter um link epidemiológico com uma zona de risco ou contacto próximo com um caso confirmado.

Com as novas regras passa a ser caso suspeito quem tiver um destes sintomas: tosse persistente ou agravamento de tosse habitual; febre igual ou acima dos 38ºC; dispneia ou dificuldade respiratória.

De acordo com a avaliação dos sintomas, o doente pode ser encaminhado para autocuidados, com isolamento em casa e sob vigilância, em caso de sintomas ligeiros; Para avaliação médica em Área Dedicada Covid-19, no centro de saúde, em caso de sintomas moderados; ou ainda para avaliação médica no serviço de urgência, em caso de sintomas graves.

 

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Terra Quente) 

Relacionados

Comentar