Lontra bebé encontrada em tampa de saneamento no centro da cidade de Mirandela

Lontra bebé encontrada em tampa de saneamento no centro da cidade de Mirandela

Uma lontra bebé foi encontrada no interior de uma tampa de saneamento em pleno centro de Mirandela, de onde foi resgatada pelos bombeiros.
O mamífero recém-nascido foi localizado junto à zona pedonal da rua da República, perto da uma da manhã de terça-feira, quando Carina Barbosa e mais duas amigas passeavam no local e ouviram aquilo que inicialmente suspeitaram que se tratasse de um gato recém-nascido a miar:

“Estávamos a passar pela rua pedonal e avistámos um gato adulto. Achámos estranho ele estar sempre a olhar para um tampo de saneamento e pensámos que estaria uma cria dele naquele sítio. Ouvimos um som de miar muito excessivo e foi quando decidimos chamar os bombeiros. Depois a cria foi levada para uma clínica mas parecia-nos que o pescoço era bastante comprido. Cerca de uma hora depois, a veterinária ligou-nos a dizer que era uma lontra recém-nascida e que pesava apenas 111 gramas, devia ter um dia ou dois, no máximo.”

 

Na manhã seguinte, a lontra bebé foi transportada por uma equipa da GNR de Mirandela ao Hospital veterinário da UTAD, para ser acompanhada.
Para a jovem Carina e as duas amigas este episódio tão invulgar já é considerado o momento mais feliz de 2020:

“Estava com mais duas amigas e ficámos até de madrugada a falar sobre isto. Com tudo que se passa no mundo, este foi sem dúvida o momento mais feliz de 2020.”

 

O presidente da direção da ADAN, Associação de Defesa Animal do Nordeste revela que já terão sido avistadas lontras no espelho de água do rio Tua que atravessa a cidade e que provavelmente esta lontra-bebé se terá perdido da sua progenitora.
Mas, Tito Resende acrescenta que também terão sido avistadas raposas na cidade, durante a noite:

“Têm-se avistado vários animais na nossa zona. Eu já vi raposas, de noite, na nossa cidade. Talvez devido a este confinamento, os animais selvagens comecem a aparecer.” 

 

São aparições raras de animais nos últimos tempos, em Mirandela, em tempo de confinamento devido à pandemia da Covid-19.

 

INFORMAÇÃO E FOTO CIR (Rádio Terra Quente) 

Relacionados

Comentar