Posto de Turismo de Macedo recebe selo “Clean & Safe” por cumprir medidas da DGS

Posto de Turismo de Macedo recebe selo “Clean & Safe” por cumprir medidas da DGS

O Posto Municipal de Turismo de Macedo de Cavaleiros recebeu o selo “Clean & Safe”, atribuído pela Turismo de Portugal, que desta forma atesta que o espaço cumpre as recomendações da Direção-Geral de Saúde para evitar a contaminação por Covid-19.

A chefe da divisão de turismo do município, Antónia Morais, refere que medidas estão a ser adotadas:

“Os critérios são bastante genéricos e creio que, antes mesmo, já os estivéssemos a cumprir . Estão a ser usados em toda a administração local.

Basicamente consistem na higienização das mãos, etiqueta respiratória, conduta social, desinfeção e higienização dos serviços. Assim que alguém sair, o espaço volta a ser higienizado.

Temos essa preocupação constante para que possamos estar de portas abertas, como já estamos desde o dia quatro, e receber quem nos procura e quer visitar o território.

O selo “Clean & Safe” já foi atribuído a muitos restaurantes e hotéis nossos parceiros em Macedo de Cavaleiros.”

O município de Macedo está a preparar um Plano de Mitigação para que quem visitar o concelho se sinta em segurança:

“Tentamos perceber quais eram as preocupações das pessoas que trabalham no setor do turismo, nomeadamente na restauração, hotéis e operadores turísticos. Junto deles percebemos que com a aproximação do verão existe a preocupação de saber se vai haver turistas e de como os vão receber. Estamos a trabalhar com eles e tentamos que estejam preparados para que possam exercer as atividades em segurança.

Estamos a trabalhar em uma série de ações promocionais para que possamos divulgar o nosso território em todas as suas valências, de forma a que as pessoas, quando vierem, sintam que estão em espaços higienizados e seguros.”

Os responsáveis dos geoparques portugueses e o Turismo de Portugal estão a tentar também que seja atribuída uma certificação semelhante para os geoparques nacionais:

“Estamos em constantes reuniões com o Turismo de Portugal por forma a conseguirmos obter um selo para territórios como é o caso dos geoparques nacionais.

Nós, enquanto operadores no terreno, já sabemos como devemos exercer a atividade e em segurança, mas queremos que as pessoas, quando procuram este tipo de destinos de baixa densidade como é o caso do Geopark Terras de Cavaleiros, saibam que vêm para um local onde os nossos hotéis, unidades de alojamento local e restaurantes estão a ter preocupações ligadas à segurança e higienização dos espaços.”

Durante o estado de emergência, a atividade turística esteve proibida mas Antónia Morais está confiante que, com a reabertura do país, os turistas voltem a visitar o território:

“Neste momento estamos confiantes que a procura por destinos de interior como o nosso vai ser grande e acreditamos que a economia, devagar, vai remotar o seu exercício normal e vamos estar cá para receber as pessoas de braços abertos, como é apanágio dos transmontanos e dos macedenses.

A recessão foi grande mas agora estamos convictos de que as pessoas vão poder vir em segurança.”

A certificação “Clean & Safe” atribuída ao Posto de Turismo de Macedo tem a validade de um ano e durante esse período pode ser alvo de auditorias por parte da Turismo do Porto e Norte de Portugal, em articulação com a Turismo de Portugal e a ASAE.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados