GDM vence Piratas de Creixomil por 6-1 em casa e consegue os três primeiros pontos

GDM vence Piratas de Creixomil por 6-1 em casa e consegue os três primeiros pontos

A bola rolou em casa e os três pontos ficaram em Macedo na II Jornada do Campeonato Nacional da II Divisão de Futsal.

O GDM conseguiu os primeiros três pontos da temporada frente aos Piratas de Creixomil ao final desta tarde por 6-1.

A baliza foi inaugurada por Patrick Simão a meio da primeira parte.

A vantagem do Macedense aproximava-se do intervalo, quando ainda com 1:42 minutos por jogar, Diogo Ribeiro, dos Piratas de Creixomil, faz a igualdade. 1-1

No segundo tempo, o Macedense volta a aumentar a vantagem. Vítor Hugo bisou e fez o 2-1 e depois 3-1.

Seguiu-se Romada a subir para o 4-1, Rafa fez o 5-1 e o último, a 45 segundos do apito final, foi encaixado por Flash.

Depois da derrota em Cerva na jornada inaugural, o GDM somou agora os três primeiros pontos.

Apesar da vitória, o técnico da equipa de Macedo, Costinha, fala de um resultou que “pecou por escasso”:

“Se houve equipa que quis disputar o jogo foi a nossa e quase sozinha. Acho que a nossa sina no campeonato vai passar pelas equipas simplesmente fecharem a baliza e procurarem jogar em transições, e nós temos de ser competentes nesse jogo.

Na primeira parte proporcionamos o único jogo ao adversário porque começamos a jogar demasiado confiantes na circulação de bola, sem os apoios devidos, mas depois corrigimos e a equipa foi fantástica em termo de gestão de ritmos. Não permitimos que o adversário, mesmo com desvantagem no marcador, se expandisse no campo para jogar. 

Acho que a vitória hoje só pecou por escassa. À semelhança da semana passada, nós assumimos o jogo mas agora com menos erros, não pagamos tão caro por eles, mas já se viu uma atitude e já se começou a finalizar. Agora, não podemos é ter índices de finalização tão baixos com tantas oportunidades criadas. Porque se o índice tivesse sido à volta dos 30%, hoje era goleada.”

No entanto, Costinha reconhece a importância da vitória, principalmente para a confiança do plantel:

“Todos sabemos que há ansiedade na primeira vitória.

Eu falava que deveríamos ter números bons, para que além de ganharmos os três pontos pudéssemos também ganhar confiança e todos terem oportunidade de começar a ter minutos, como aconteceu hoje. Isto é muito importante nesse sentido.”

Do lado dos Piratas de Creixomil, que vinham com um empate da primeira jornada, o treinador, Paulo Leite, esperava um resultado diferente mas reconhece que foi uma vitória justa:

“Não era o resultado que esperávamos, tendo em conta a forma como trabalhamos durante a semana. Estudamos o adversário ao máximo, sabíamos os pontos fortes e aguentamos bem dentro da primeira parte. Durante a semana tivemos um trabalho um pouco atrapalhado devido a lesões e a um plantel curto.

Dentro do possível, organizamo-nos para conseguir levar pontos daqui, infelizmente o Macedense ganhou, o resultado 6-1 é um pouco escasso, mas dá os três pontos e com justiça.”

Com esta vitória o Macedense subiu do nono ao sexto lugar da tabela da Série A, que é neste momento liderada pelo Valpaços Futsal que venceu as duas jornadas que já leva o campeonato da II Divisão.

Escrito por ONDA LIVRE

121716099_3263747673679571_548301062644189675_n

 

Relacionados

Comentar