Projeto BIOURB pretende mudar modelo de construção de edifícios

 

Trabalhar a diversidade Bio Construtiva, a Edificação Bioclimática e Arquitetónica e o Urbanismo Moderno e assim mudar o atual modelo de construção de edifícios.

Este é o objetivo do projeto BIOURB da Câmara de Mogadouro.

Com recurso a técnicas ancestrais, esta iniciativa transfronteiriça visa a sustentabilidade energética e que abrange do lado português, os concelhos de Bragança, Miranda do Douro e Mogadouro e a zona transfronteiriça de Castilla e Léon.

 

BIOURB 1 

“É o levantamento de todas as técnicas construtivas em regiões de Portugal e de Espanha. A região de Portugal é Mogadouro, Miranda do Douro e Bragança, a região de Espanha é a província de Salamanca e Zamora. Estuda as técnicas de construção dos nossos antepassados. São recomendações para minimizar o consumo energético e incorpora-los em normativas da certificação energética.”

 

Antes da implementação do projeto foi feito um estudo a 85 edifícios urbanos e às suas semelhanças climatéricas.

Para o vice-presidente do Município de Mogadouro, João Henriques está aqui uma grande oportunidade de valorizar o turismo das duas regiões.

 

BIOURB 2 

“O levantamento foi feito em vários pontos, 26 núcleos urbanos. Foram estudados, julgo que, 85 edifícios e foram apanhadas 8 soluções bioclimáticas distintas e notáveis. Tudo isto vai ser apresentado e estudado. Temos connosco o politécnico que vai esmiuçar todas estas técnicas, depois vamos apresenta-las e fazer com que haja interesse por parte dos projetistas de utilizar estas técnicas nas atuais edificações.”

 

Um projeto avaliado em mais de um milhão de euros.

 

Escrito por Onda Livre