Carlos Garcia consciente das dificuldades de jogar no terreno do líder distrital

Carlos Garcia consciente das dificuldades de jogar no terreno do líder distrital

 

O Rebordelo viaja até Bragança no domingo.

A equipa de Carlos Garcia irá defrontar a Associação de Estudantes Africanos do IPB.

Na última jornada o Rebordelo perdeu frente ao Bragança B por duas bolas a uma.

Para o técnico, Carlos Garcia, tem faltado a ponta da sorte à sua equipa.

O treinador adianta ainda que espera um jogo difícil frente aos africanos mas afirma que vão a Bragança lutar pela vitória.

 

Rebordelo vs AEAB 1 

“Acima de tudo esperamos muitas dificuldades porque vamos jogar contra o primeiro classificado. Acho que eles têm uma grande equipa, grandes jogadores, jogadores possantes e que estão com a moral em alta, têm um treinador que os lidera de uma maneira diferente da habitual, incute neles o espírito para ganhar e penso que será um jogo difícil para o Rebordelo. Nós estamos numa maré de azar, fizemos três bons jogos que não conseguimos ganhar porque, e costuma ser a desculpa dos treinadores mas foi mesmo isso que aconteceu, faltou uma pontinha de sorte. Jogamos bem mas não conseguimos fazer golo, a bola não entra e quando é assim, é difícil.”

 

A equipa de Carlos Garcia está motivada apesar da derrota no último jogo.

 

Rebordelo vs AEAB 2 

“Pensei que o espírito da equipa fosse pior. Continuamos com um espírito de balneário, de equipa, bom e isso traz-nos sempre bocado de motivação para o próximo jogo. O nosso objetivo no campeonato não é ficar em primeiro, é ganhar jogo a jogo. As vitorias trazem moral à equipa mas todos nós temos consciência que temos vindo a jogar bem e é um pouco falta de sorte também.”

 

O campeão da Taça da AFB da época 2011/2012, defrontará o Alfandeguense na primeira mão dos quartos-de-final da taça.

Carlos Garcia diz que todas as equipas deste campeonato são muito semelhantes e por isso mesmo qualquer uma que saísse no sorteio seria difícil.

O treinador refere é em campo que se tem que provar qual a equipa superior.

 

Rebordelo vs AEAB 3 

“O campeonato este ano é bastante equilibrado, o líder já teve duas derrotas. Todos os adversários para a Taça são difíceis, são a eliminar e quando assim é tudo pode acontecer, podemos passar ou ficar pelo caminho. O nosso objetivo é ir o mais longe possível na taça, já que nós somos os vencedores da taça do ano passado, gostávamos de ir novamente à final por isso vamos dar o máximo em todos os jogos. Nós fomos ganhar ao Alfandega mas uma coisa não tem nada a ver com a outra, nós ganhamos mas eles fizeram um bom jogo. Têm dois ou três jogadores na frente, caso do Carvalhinho que pode decidir um jogo, vamos lá com cautela. Qualquer adversário era difícil, claro que não podemos tapar o sol com a peneira, sabemos que se nos calha-se o Moncorvo seria um adversário mais difícil que o Alfandega mas o Alfandega tem o seu valor e nós temos é que ir lá com vontade de ganhar. Nós só somos melhores que o adversário se o demonstrarmos dentro do campo, não é em conversas de café ou balneário que somos melhores, dentro do campo é que temos que ser melhores.”

 

Na XII Jornada do Campeonato Distrital, o Rebordelo viaja até Bragança enfrentar a Associação de Estudantes Africanos do IPB.

 

Escrito por Onda Livre

Relacionados