Cáritas Paroquial de Macedo de Cavaleiros realiza peditório para ajudar os mais necessitados

 

Este domingo celebra-se o Dia Nacional da Cáritas e até lá decorre um peditório público para ajudar os mais necessitados.

A Cáritas Paroquial de Macedo de Cavaleiros é um dos agentes que marca a iniciativa e até domingo, os voluntários que a integram vão estar pelas ruas para recolher os donativos monetários.

O presidente, Choupina Pires, explica que esta iniciativa pretende ajudar as famílias e sensibilizar para o papel da Cáritas no apoio aos mais desfavorecidos.

 


microfone

“Nós estamos a viver a semana da Cáritas, é uma semana nacional. Com esta ação pretende-se fazer uma angariação de fundos e ao mesmo tempo uma sensibilização do papel que a Cáritas exerce no âmbito nacional. Vai decorrer durante o dia de hoje, amanha e domingo. Termina com a coleta nas eucaristias de sábado e de domingo.”

 

A Cáritas de Macedo de Cavaleiros colocou nas ruas da cidade quatro equipas de voluntários.

Choupina Pires explica as diferenças patentes nesta campanha solidária.

 


microfone

“Neste momento temos quatro equipas nas ruas. Cada um poderá dar o que quiser, as pessoas estão devidamente identificadas e podem ter a máxima confiança que o seu donativo vai chegar à Cáritas Nacional. A grande diferença desta campanha e das que fazemos nas superfícies comerciais é que nos estabelecimentos comerciais nós fazemos a recolha de bens físicos enquanto nesta campanha é apenas monetária, ou seja, as pessoas contribuem monetariamente.”

 

As carências das famílias são uma problemática emergente no país.

Os pedidos de ajuda recaem sobretudo nas dificuldades em pagar renda de casa, luz, água e fármacos.

 


microfone

“Este é um donativo monetário que visa fazer face às respostas sociais que a Cáritas de cada diocese tem na sua área de atuação. São fundos recolhidos a nível nacional e por sua vez a Cáritas nacional distribuiu pelas Cáritas diocesanas e depois as Cáritas diocesanas pelas Cáritas paroquiais. Tivemos a preocupação de na última campanha ter dito que em termos de alimentos estaríamos supridos mas em termos monetários temos algumas dificuldades. Temos imensas famílias que nos tem feito chegar as suas necessidades, quer a nível de medicamentos, na ajuda do pagamento da luz, água, renda de casa. É para dar resposta a essas necessidades que nós necessitamos de mais algum dinheiro.”

 

A Cáritas com o olhar sempre voltado para os mais necessitados.

Refira-se que o presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social, D. Jorge Ortiga declarou como mensagem para esta Semana Cáritas o facto de poder ser uma oportunidade de “favorecer uma maior consciencialização sobre o lugar que a caridade deve ocupar nas nossas vidas.”

 

Escrito por Onda Livre