PS lamenta chumbo da proposta de criação de emprego jovem

A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros não aceitou a proposta feita pelo PS que visava impulsionar o emprego jovem no concelho e estimular a indústria.

Recordo que a proposta que foi lançada pelos socialistas desafiava o município a criar um fundo de apoio aos jovens, a fim de suportar os 20 por cento que seriam pagos pelas empresas, no âmbito do programa de Impulso Jovem e Estágios Profissionais do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

O líder da Comissão Política Concelhia da secção rosa, Rui Vaz, lamenta o chumbo desta proposta.

microfone

 

“Não concordaram com os termos em que estava feita a proposta. Passados cinquenta dias não obtivemos respostas e acho que a câmara poderia ter apresentado uma contraproposta ou mostrar outra ideia que tivessem, o que não aconteceu até agora”, sublinha, Rui Vaz.

Rui Vaz diz que esta medida não exigia grandes esforços financeiros por parte autarquia e o resultado final seria muito positivo para os jovens macedenses.

 

microfone

 

“Quando se tem preocupações sociais, o desemprego é logo um dos grandes problemas que existem na comunidade”.

“E a câmara municipal com poucos recursos pode ajudar a ultrapassar um problema muito sério. Não só há o problema das famílias que tem consigo jovens qualificados, com formação e que não tem um rendimento para juntar á família e isto é um drama”, refere.

Segundo o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) são cerca de uma centena, os jovens que vivem o drama do desemprego no concelho.

 Escrito por Onda Livre