Vila-realense com 223 milhões no HSBC

Sílvia Ruivo Caçador é a portuguesa com maior fortuna na filial na Suíça do banco britânico HSBC. A milionária, até agora desconhecida, é de Vila Real, e ao todo terá 223 milhões de euros na filial bancária que ficou conhecida pelos esquemas que envolveriam contas offshore e fuga aos impostos.

Mas não é a única portuguesa desconhecida a ter milhões no estrangeiro. Na lista dos maiores titulares nacionais encontra-se ainda Joaquim da Cruz, de Castelo Branco, com 197 milhões de euros, partidos por duas contas. Também em duas contas, Rosa da Silva, de Santos-o-Velho, com 164 milhões de euros.

Nos 611 nomes divulgados com ligações a Portugal, aparece um bem mais conhecido. Américo Amorim, o homem mais rico do país, que teria no HSBC cerca de 5 milhões de euros.

Os dados foram ontem revelados pelo jornalista angolano Rafael Marques, no site Maka Angola. Rafael terá tido acesso à base de dados do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, que nos últimos dias tem divulgados dezenas de nomes de milionários com contas no referido banco.

Entretanto, a vila-realense implicada no caso SwissLeaks, contabilista que reside no Luxemburgo, em entrevista conjunta com o marido à RTP, desmentiu qualquer conta no banco britânico e recusou-se a falar sobre as empresas para as quais Sílvia presta serviços.

Escrita por ONDA LIVRE