Dois médicos condenados por negligência na morte de uma idosa

Dois médicos de Macedo de Cavaleiros foram condenados por homicídio por negligência face à omissão de ato médico.

Os médicos tinham sido absolvidos pela primeira instância, em Macedo de Cavaleiros. Agora o Tribunal da Relação do Porto reconheceu a culpa dos clínicos na morte de uma idosa de 77 anos.

Os factos remontam a março de 2011, quando a idosa se deslocou duas vezes à urgência. Das duas vezes foi mandada embora, sem realizar exames médicos. A mulher acabou por falecer devido a um enfarte do miocárdio, o que deva a Relação a considerar que os médicos deviam ter averiguado se a paciente sofria de insuficiência coronária.

Segundo avançado pela TVI, o caso vai ser também investigado pela Inspeção Geral pelas Atividades em Saúde.

Escrito por ONDA LIVRE