Escola de Miranda, Vimioso e Mogadouro vencem prémio Escola na Europa

As escolas de Miranda do Douro, Vimioso e Mogadouro foram contempladas com o prémio Escola na Europa, promovido pelo eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes.  Os prémios foram entregues ontem, na Casa da Cultura de Sendim, no concelho de Miranda do Douro.

O concurso, promovido pela primeira vez no distrito de Bragança, contou com a participação de 8 escolas.

O objetivo é “envolver a comunidade escolar” em torno dos assuntos ligados à União Europeia, proporcionando aos estudantes uma oportunidade única de contacto com o parlamento europeu, como explica o eurodeputado José Manuel Fernandes.

 reduzido 3

“Vários alunos do Distrito de Braga e Viana, que já foram em edições anteriores, alguns deles nunca tinham andado de avião e temos de ter consciência desta realidade.

Nenhum deles tinha ido às instituições europeias, o que é normal, mas há aqui uma oportunidade de conhecer essas instituições, de visitar o Parlamento Europeu, conhecê-lo de uma forma específica, e também de ter uma proximidade com um centro de decisão como é Bruxelas.”

Um grupo de alunos do 11º ano do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro vai a Bruxelas, depois de ter vencido o Escalão C, com o documentário  “La Tierra de Miranda a Camino de l’Ouropa”, com locução em língua mirandesa e onde evidenciam os valores que mais identificam e distinguem este município, no contexto europeu. Os estudantes mostram-se entusiasmados com a possibilidade de conhecerem o parlamento europeu.

 reduzido 3

“Acho que vai ser incrível, a viagem da nossa vida. Vai ser a primeira vez pois nunca fui.

Nunca fui a Bruxelas também, vai ser uma estreia. Acho que vai ser uma experiência boa e única que vamos recordar no futuro.”

Duarte Martins, professor de Língua e Cultura Mirandesas, orientador do documentário realizado pelos alunos de Miranda , explica em que consiste o projecto que deu aos alunos o passaporte para Bruxelas.

reduzido 3“Criámos uma personagem que é um miúdo de 12 ou 13 anos que faz uma narrativa na 1ª pessoa. Conta o que é na aldeia dele, na cidade de Miranda, aquilo que essa terra é do que é própria Europa.

Acho que é importante para divulgar a língua e a cultura Mirandesas na Europa.

Fiz questão de fazer todo o trabalho em mirandês, narrado também, e acho que isso é a principal força.”

Além do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro, os alunos do Agrupamento de escolas de Mogadouro, venceram o escalão A com a história ilustrada “Joana na União Europeia”, que José Manuel Fernandes espera que possa vir a ser publicada. No escalão B, destinado ao 2º ciclo foram distinguidos alunos do Agrupamento de escolas de Vimoso. Nestes dois últimos escalões o prémio atinge o valor de 250 euros. Um prémio que o eurodeputado faz questão de frisar que é atribuído “ a título pessoal”. 

 

 Informação CIR (Rádio Brigantia)