Meseta Ibérica já tem carimbo da UNESCO

A candidatura da  Biosfera Transfronteiriça da Meseta Ibérica a Reserva da Biosfera já tem selo da UNESCO.

Esta passa a ser a maior reserva do género na Europa e é a 15ª a nível mundial a ser reconhecida.

A área protegida engloba sítios portugueses e espanhóis. Abrange do lado de Portugal a Terra Quente, Terra Fria, Douro Superior e a Beira Baixa. Do lado espanhol, estão incluídas Zamora e Salamanca. Neles encontramos áreas protegidas comuns aos dois países, como o Parque de Montesinho, Douro Internacional, Arribas do Douro e Sanábria, mas também territórios que pertencem à Rede Natura 2000, como a área protegida da Albufeira do Azibo, que assim acumula mais um selo UNESCO, a aldeia do Romeu, no concelho de Mirandela ou a Sierra de la Culebra, do lado de Espanha.

Esta candidatura estava há um ano atrás em fase de promoção e de divulgação. A decisão final surge no período de tempo espectável, que tinha sido anunciado no final do mês passado por Margarida Rodrigues, diretora da ZASNET, entidade que guiou toda a candidatura, que tinha avançado, já no final de maio, que até à segunda quinzena de junho o resultado da candidatura deveria ser conhecido.

A aprovação desta candidatura foi confirmada ontem, em Paris.

Escrito por ONDA LIVRE