70 mil pessoas foram ver as renovadas Festas e Feira de São Pedro

70 mil pessoas, mais de 200 expositores e uma aposta ganha por parte do município macedense.

Este ano, não houve só Feira de São Pedro, mas sim Festas e Feira de São Pedro. O presidente do município, Duarte Moreno, fala de um feedback positivo, e diz o modelo vai ser afinado.

reduzido 3

Duarte Moreno agradeceu ainda à Comissão de Festas e à Associação Comercial, garantido que a parceira com a instituição é para manter. Só na noite de ontem, foram 8 mil pessoas a passar pelas Festas e Feira de São Pedro, o que faz destas novas festas da cidade um sucesso, aberto para todo o distrito.

reduzido 3

Do lado da organização da feira comercial, António Cunha, presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços, pensa que, no futuro, a aposta vai passar pelos expositores de venda direta.

reduzido 3

Manuel Afonso já é uma presença habitual neste certame. Garante que continua a compensar expor e considera que o novo modelo das Festas e Feira de São Pedro trouxe mais gente.

reduzido 3

Os empreendedores também marcaram presença, como Jonas Teixeira, que vem de Valpaços com gelados artesanais que pretendem valorizar os sabores da região.

reduzido 3

Este ano, o São Pedro trouxe novidades. O maior certame da região transfigurou-se, e agora, além da feira comercial e empresarial, assume-se como as festas da cidade.

2015 trouxe um bilhete integral, com um custo de 5 euros e válido para toda a semana, trouxe música para a rua, na Praça dos Segadores, onde ao longo das 8 noites das Festas e Feira houve animação, trouxe de volta o espectáculo pirotécnico, que não se via na cidade há 14 anos, e muita gente, que circulou pela cidade em ritmo festivo.

O custo final destas festas e feira ainda não foi revelado, pois, nas palavras de Duarte Moreno, ainda falta contabilizar as receitas geradas.

Escrito por ONDA LIVRE