Vão gastar-se 80 700 euros para recuperação do órgão da Igreja Matriz de Moncorvo

Já se iniciou a recuperação do órgão de tubos da Igreja Matriz de
Torre de Moncorvo. Uma intervenção promovida pela Direção Regional de
Cultura do Norte (DRCN) em colaboração com Câmara Municipal que
representa um investimento de 80 mil e 700 euros.
Esta será uma segunda fase de intervenção, depois de em 2013, ter sido
executado o restauro da caixa do instrumento. De acordo com o Director
Regional de Cultura do Norte, António Ponte, faltava fazer a
recuperação da máquina do órgão para que este voltasse a funcionar:

icon 2_reduzido

O órgão de tubos é tido com uma importante peça de arte sacra do
século XVIII, e a sua recuperação vem dar assim uma nova capacidade
litúrgica ao templo cristão. De acordo com António Ponte, director da
DRCN, a perspectiva é que a intervenção permita a inclusão da Igreja
Matriz de Torre de Moncorvo em programas culturais:

icon 2_reduzido

A intervenção do órgão de tubos da Igreja Matriz de Torre de Moncorvo
foi incluído pela Direção Regional de Cultura do Norte na candidatura
«Património Religioso do Leste Transmontano» apresentada ao QREN /ON2.
Estima-se que o restauro do instrumento esteja concluído durante o
primeiro trimestre de 2016.

 

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)