ULS e IPB assinam protocolo para levar sessões de musicoterapia a doentes paliativos

Foi hoje de manhã assinado um protocolo entre a ULS Nordeste e o Instituto Politécnico de Bragança (IPB), que vai permitir que alunos e professores do Departamento de Educação Musical da Escola Superior de Educação do IPB realizem sessões de música aos doentes internados na Unidade de Cuidados Paliativos, instalada em Macedo de Cavaleiros.

João Sobrinho Teixeira, presidente do IPB, destaca a colaboração entre a ULS e a instituição que dirige, e diz que esta nova ideia que agora surgiu é um ato de generosidade e de humanidade, além de contribuir para a formação dos alunos.

reduzido 3

Já António Marçôa, presidente do conselho de administração, explica que conheciam os benefícios da musicoterapia. Passam a ter quem a possa executar a estes doentes terminais.

reduzido 3

Teresa Ramos, médica diretora do departamento, acrescenta que a musicoterapia será usada para assinalar determinadas datas, e assim torná-las diferentes. Por sua vez, Liseta Gomes, responsável pelos cuidados paliativos domiciliários da Terra Fria, garante que todas as novidades introduzidas podem trazer aos utentes mais bem-estar.

reduzido 3

Margarida Nicolau e Ema Correia têm familiares internados nesta unidade de convalescença. Consideram ser uma boa iniciativa.

reduzido 3

A Unidade Local de Saúde do Nordeste e o Instituto Politécnico assinaram hoje um protocolo que visa levar música aos doentes internados na unidade de Macedo de Cavaleiros. O local escolhido para a assinatura do documento foi a própria unidade onde a atividade se vai desenrolar, e onde neste momento, das 18 camas disponíveis na unidade, há 16 ocupadas. Há ainda mais de 50 pessoas a serem acompanhadas pela Unidade de Cuidados Paliativos Domiciliários da Terra Fria, que engloba os concelhos de Macedo de Cavaleiros, Vinhais e Bragança.

Escrito por ONDA LIVRE