Mau tempo arrasa plantação de lúpulo em Pinela

O mau tempo da passada semana provocou prejuízos no valor de cerca de 50 mil euros num campo de lúpulo em Pinela, no concelho de Bragança.

Cerca de 2 hectares de lúpulo ficaram totalmente destruídos após a passagem de um mini tornado pelo campo, na passada terça-feira.

O proprietário da exploração, António Rodrigues conta que se encontravam três pessoas a trabalhar no campo nessa altura, que por sorte ainda conseguiram retirar-se e evitar acidentes.

reduzido 3

António Rodrigues tem mais dois campos iguais ao que ficou destruído onde tinha já colhido a flor do lúpulo e que não foram afectados. No campo que estava por colher, os postes de madeira estavam sobrecarregados devido ao peso do lúpulo e acabaram por partir.

Além da estrutura, composta por postes de madeira e cabos de aço, soma-se o prejuízo do lúpulo destruído, o que totaliza cerca de 50 mil euros de perdas para o produtor.

António Rodrigues não sabe se vai conseguir reerguer este campo.

reduzido 3

O produtor de lúpulo não tinha qualquer seguro no campo que o possa apoiar nesta situação. António Rodrigues lamenta que os seguros apenas cubram os prejuízos com a cultura de lúpulo, não abrangendo a estrutura do campo.

reduzido 3

Esta exploração de 6 hectares ficou agora reduzida a 4. O distrito de Bragança é único do país a produzir lúpulo. Além de Pinela resiste ainda uma outra exploaração de 6 hectares, em Vinhas, no concelho de Macedo de Cavaleiros.

O mini tornado que passou por Pinela na semana passada destruiu ainda o telhado do armazém da exploração de lúpulo e dezenas de castanheiros nesta localidade e na aldeia vizinha de Paredes.

 

Informação CIR (Rádio Brigantia)