GDM a uma vitória da final

O Grupo Desportivo Macedense consolidou a vantagem nos playoffs das meias-finais do Campeonato Distrital de Futsal, ao vencer no sábado o Vale de Madeiro, desta vez por 8-2.

O resultado foi mais dilatado do que o 5-3 da semana passada, e também se começou a desenhar mais cedo. Logo nos primeiros minutos Rodas abriu o marcador. Dois minutos depois, Toyota aumentou para 2-0. O terceiro foi do nº7, Patrick.

O Vale de Madeiro reagiu e reduziu, por intermédio do capitão de equipa, Honorato. Daniel Sá voltou a aproximar o marcador, ao fazer o 3-2, mas 2 minutos depois, Patrick carimbou o 4-2, resultado que foi para o intervalo.

Na segunda parte, Ricardinho fez o gosto ao pé, e dilatou para os 5-2, o mesmo que haveria de fazer, menos de 3 minutos mais à frente, o golo mais bonito da partida, de calcanhar. Luciano marcou o 7-2. Rodas abriu e fechou o marcador, ao fazer os 8-2 finais.

Nesta segunda parte ainda a assinalar 2 livres diretos, um para cada lado, ambos desperdiçados, por Daniel Sá e Rodas, respetivamente.

João Carlos considera que o GDM entrou melhor neste segundo jogo, e daí ter marcado mais cedo, e destaca a garra dos jogadores.

reduzido 3

“Entrámos melhor, apesar de defensivamente termos tido muita desconcentração. A nossa defesa, como toda a gente sabe, é a base. E quando fomos para o homem-a-homem, no campo todo, foi mais complicado. Aí conseguimos estabilizar e ir para a frente do marcador, o que na semana passada não conseguimos.

A ganhar ao intervalo, conseguimos rodar o plantel, até porque esta foi uma semana complicada de trabalho. Temos 4 ou 5 jogadores tocados, e quase nem se notou, devido à coragem destes homens.”

Só já falta uma vitória para garantir a final, que poderá ser conquistada no campo do Vale de Madeiro. Mas para João Carlos nada está garantido, e deixa elogios aos adversários.

reduzido 3

“Só já falta um jogo, se tudo correr bem.

Mas não é garantia de nada. Pode ser que no jogo em Mirandela, o Vale de Madeiro mostre o futsal que tem, que é bonito. Tem um plantel equilibrado, e pessoas à frente dele bem formadas, não só dentro das 4 linhas.

Dou os meus parabéns ao Vale de Madeiro, que foi uma surpresa neste campeonato.”

Do lado do visitante, Miguel Ângelo volta a culpar a finalização, num jogo que começou partido.

reduzido 3

“Foi um jogo idêntico ao anterior, equilibrado, como estávamos a prever.

As duas equipas têm estratégias bastante similares. Acabou por acontecer algo que já tínhamos vindo a falar, que era definir melhor a finalização. Tanto uma equipa como outra tem bons executantes, mas eles foram mais felizes. Antes de sofrermos o golo, tivemos 2 oportunidades na cara do guarda-redes. Numa, o Coco esteve muito bem, a outra, falhámos,no 2 para 1.

Depois de eles estarem a ganhar, é tudo mais complicado. É uma equipa com mais experiência, mais ritmo de jogo e mais frescura física.”

Agora chega a vez do Vale de Madeiro receber o GDM, e Miguel Ângelo promete não baixar os braços.

reduzido 3

“Arrisco-me a dizer que vai ser mais um jogo equilibrado, em que vamos tentar durante a semana definir a melhor estratégia para levar de vencida o Macedense, e chegar ao quinto jogo.”

No total da eliminatória, 2-0 para o GDM. De relembrar que estão previstos 5 jogos, no máximo, a jogar-se à melhor de 3.

Na outra dupla, Moncorvo x Santo Cristo, o Moncorvo está na frente, também com 2 jogos vencidos.

Escrito por ONDA LIVRE