Américo Pereira considera que o Túnel do Marão fechado são mais mortes em potencial

O Ministério do Planeamento e das Infraestruturas disse ontem que a abertura do Túnel do Marão está dependente de certificações de segurança e operacionalidade, que espera estejam concluídas em maio.

Num esclarecimento enviado à agência Lusa, o gabinete do ministro Pedro Marques não antecipou data para a abertura da autoestrada entre Vila Real e Amarante, indicando apenas que “as obras de construção estão concluídas” e que “a sua abertura ao tráfego dependente de um conjunto de certificações de segurança e operacionalidade, cuja conclusão deverá ocorrer nos primeiros dias de maio”.

A reação do Ministério surgiu na sequência das declarações feitas ontem pelo presidente da Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes, Américo Pereira, que reclamou a resolução rápida da questão e alertou que cada dia que o Túnel do Marão continua encerrado potencialmente é mais uma morte que pode haver na estrada.

reduzido 3

“Cada dia que o Túnel do Marão continua encerrado, em teoria, e potencialmente, é mais uma morte que pode haver na estrada.

Isso não tem preço. Tenho muita pena que tem tem responsabilidade políticas nesta área, ou teve, não tenha pensado seriamente na quantidade de vidas que foram ceifadas justamente porque naquele troço de estrada não temos uma via com perfil de autoestrada. Todos aqueles acidentes e todas as mortes teriam sido evitadas.”

Desabafos à parte, o presidente da Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes, Américo Pereira, defende que após a abertura do Túnel do Marão, é preciso começar a pensar noutras vias para desencravar concelhos da região.

reduzido 3

“Em primeira prioridade são as ligações às sedes de concelho, nomeadamente de Vinhais a Bragança, e depois de Quintanilha a Espanha. É isso que está a ser trabalhado.”

Para já é o Túnel do Marão que continua a centrar as atenções, mas ainda não há data para a sua abertura.

O Ministério do Planeamento e das Infraestruturas diz que está dependente de certificações de segurança e operacionalidade, que espera estejam concluídas em maio.

Escrito por ONDA LIVRE