Compras no comércio tradicional vão dar bilhetes para o renovado São Pedro

O São Pedro de Macedo de Cavaleiros foi apresentado nesta sexta-feira.

O certame decorre entre 25 de junho e 2 de julho, e, como prometido em 2015, regressa com novidades. Um novo design e a manutenção na aposta de tornar o evento nas festas da cidade, sem esquecer o setor comercial.

Este ano, as compras no comércio tradicional dão bilhetes. Cada 10€ dão direito a uma entrada, válida para os dias 27, 28 ou 29. Também o bilhete único, que vai estar à venda entre 1 e 25 de junho, continua convidativo, apesar de ter subido o preço.

Assim avançou Duarte Moreno, presidente da câmara e membro da Comissão de Festas e Feira de São Pedro.

reduzido 3

“Como novidades, vamos integrar o comércio, para que as pessoas, ao estar a comprar, possam estar a angariar uma entrada grátis no recinto da feira.

Depois, o preço dos bilhetes para os 8 dias será de 7 euros, o que para o cartaz que vamos ter, será do agrado de todos os que nos queiram visitar.”

No cartaz, nomes fortes, como Paulo de Carvalho, Ana Moura ou Agir.

Uma aposta, afirma Duarte Moreno, que garante ainda que não só a animação musical mereceu atenção.

reduzido 3

“O cartaz é sempre uma aposta, mas queremos apostar também no interior do certame. Com novos empresários, novos stands e novo público, da região, mas também de fora, para que nos venham mostrar os seus produtos.

Necessitamos desta feira. Já tem idade mais do que suficiente para se poder afirmar-se no contexto regional, e é isso que pretendemos com o São Pedro.”

De 25 de junho a 2 de julho, há São Pedro em Macedo de Cavaleiros, que este ano perde a designação de Feira, e também perde o rótulo de Festas, usado no ano anterior.

À semelhança do ano passado, a folia seguirá, durante os 8 dias do certame, pelas ruas da cidade.

O comércio tradicional fica também mais ligado ao evento. As compras nas lojas da cidade passam a valer bilhetes para 3 dos 8 dias que dura o São Pedro.

A Comissão de Festas e Feira de São Pedro é a responsável pela organização. É integrada por representantes de 5 instituições: Duarte Moreno, Carlos Barroso e Fernando Castanheira Pinto da Câmara Municipal; Rui Fernandes e Carlos Azevedo da Associação Comercial, Industrial e de Serviços; Edgar Fragoso e Simão Ferreirinha da Associação de Freguesias da Cidade; Armando Tardego do Agrupamento 602 dos Escuteiros; e António Choupina Pires da Fábrica da Igreja Paroquial de São Pedro. O certame está orçado em cerca de 150 mil euros, mais 30 mil do que no ano anterior, e vai contar com mais de 150 expositores.

A Rádio Onda Livre estará a cargo da animação dos dias 27 e 29.

13241170_1189402534424237_6504047018098669832_n

IMG_7592

 

Escrito por ONDA LIVRE