1ª feira dedicada à cereja no concelho de Macedo de Cavaleiros, este fim-de-semana em Bornes. Veja na sua, ONDA LIVRE TV.

TV

 

LEIA TAMBÉM A NOTÍCIA

Este fim-de-semana, a cereja foi rainha na aldeia de Bornes, concelho de Macedo de Cavaleiros, com a 1ª edição da Feira da Cereja da Serra. Um evento já há muito desejado, onde o objetivo foi mostrar e vender, não só de cereja, mas também outros produtos da região, como conta António Miguel Romão, presidente da União de Freguesias de Bornes e Burga.

icon 2_reduzido

“O objetivo principal foi a promoção e venda dos produtos da nossa freguesia, pois são de boa qualidade. 

Eu já trazia a ideia de fazer esta feira há alguns anos, uma vez que já há algum tempo que sou presidente da junta, e resolvemos então realizar este evento. 

A cereja foi afetada devido ao ano que foi chuvoso, e há cerca de 60% ou 70% de cereja a menos do que é costume.”

Desde os produtos da terra ao artesanato, foram 20 os expositores que marcaram presença na feira, eles que, apesar da quebra de produção devido ao ano chuvoso, não escondem já a vontade de que o evento continue nos próximos anos.

icon 2_reduzido

“Tenho cereja, castanha, morangos, amêndoa, noz e pêssego. É tudo produção minha, já vendi bastante, está a correr bem. O que tem saído mais é a cereja. 

Para trazer aqui 100kg, tive de tirar 50 para o lixo. Comparativamente ao ano passado, este ano tenho 40% da produção, no máximo.

Trago aqui artigos em madeira, cestaria principalmente. 

É a primeira vez que participo, e era bom que a continuassem a fazer porque é uma boa iniciativa.”

Entre os expositores, encontramos também quem estivesse a serviço de uma boa causa. É o caso de Eloisa Dias, da Associação Cultural e Desportiva de Bornes.

icon 2_reduzido

“Nós andamos a pedir e acaba por ser um donativo para podermos também reaver algum dinheiro desses produtos. Temos ginjinha, compotas e licores, tudo baseado em cereja. Depois temos alguns ovos caseiros, bolinhos que foram vendidos à fatia e também inteiros, acompanhado de um bom copinho de ginja, e temos também umas chinelas artesanais. 

Depois o dinheiro vai ser empregue em algumas atividades que já temos planeadas, passeios, jogos artesanais, almoços convívio que vão sendo feitas. Neste momento, estamos a tentar reconstruir um pouco a nossa sede, e o dinheiro também vai para isso.”

Uma feira que se traduz assim na 12ª mostra de produtos da terra no concelho, o que revela o interesse das freguesias e a capacidade de criar rendimento aos expositores, nas palavras de Duarte Moreno, Presidente do Município Macedense.

icon 2_reduzido

“Estamos no nosso concelho com a 12ª mostra de produtos da terra em freguesias, o que significa a dinâmica que que estamos a ter nesta área. 

Desde o inverno até ao próximo inverno, fazemos quase o ciclo mensal com uma feira por freguesia. Portanto, os nossos produtos têm qualidade, e as freguesias estão a ver o potencial que é promover estas iniciativas, no sentido de proporcionar rendimento àqueles que trazem os seus produtos para vender.”

A Feira da Cereja da Serra teve lugar durante o fim-de-semana. No sábado a animação ficou a cargo da Rádio Onda Livre.

Escrito por ONDA LIVRE